Blog de Notícias de PARAISOPOLIS


Siga-nos e receba notícias e assuntos de interesse das cidades






Tem brasileiro se dando bem no Chelsea. E não é jogador

Estabelecido na capital da Inglaterra há quase duas décadas, o corintiano de Paraisópolis, município no Sul de Minas Gerais, revela uma trajetória permeada por sorte, dedicação e competência. Elementos que o fizeram alcançar um dos maiores clubes ...

Resultados encontrados para “"RECUPERAÇ& Atilde;O JUDICIAL"”

SP Recuperação Judicial Deferida Empresa: Faria & Faria Ltda. Epp - Administrador Judicial: Dr. Ronaldo Carvalho Lopes - Vara/Comarca: Vara Única de Paraisópolis/MG Cumprimento de Recuperação Judicial ... que estão em recuperação judicial ...

Últimas notícias de PARAISOPOLIS MG:


Uma tristeza e quatro grandes micos de 2014 Imaginem como um gol de Pelé aumenta a autoestima de um garoto de Ruanda ou do Burundi, de Paraisópolis ou do Brooklin ... Flamengo, Botafogo, Cruzeiro, Atlético-MG, Atlético-PR e Grêmio foram mal na Libertadores. São Paulo, Inter e outros foram ...
O Caçador de Mitos O dano que provocamos à floresta teria desligado a “bomba de umidade” e interrompido “os rios voadores” que mandam umidade para Minas Gerais e São Paulo ... da favela de Paraisópolis ao lado de apartamentos de luxo do Morumbi.
Antonietta Varlese, diretora de Comunicação e CSR Accor Américas "O Humbi Hubi, de Belo Horizonte (MG) capacita jovens de 16 a 29 anos trabalhando com ... A ocasião também contou com uma apresentaçã o de Maracatu realizada por crianças da comunidade Paraisópolis. Palestras sobre adoção de animais domésticos ...

Antonietta Varlese, diretora de Comunicação e CSR Accor Américas "O Humbi Hubi, de Belo Horizonte (MG) capacita jovens de 16 a 29 anos trabalhando com ... A ocasião também contou com uma apresentaçã o de Maracatu realizada por crianças da comunidade Paraisópolis. Palestras sobre adoção de animais domésticos ...

INSS é responsável por descontos errados de empréstimo para aposentados

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) pode ser obrigado a devolver valores indevidamente descontados da renda mensal de aposentadoria ou pensão por morte para pagamento de mensalidades de empréstimo bancário em consignação. A decisão foi da Turma Nacional de Uniformização dos Juizados Especiais Federais (TNU), que pacificou o entendimento sobre a matéria, na sessão de julgamentos desta quarta-feira (6).

No caso julgado pela Turma Nacional, o INSS apresentou recurso contra as decisões de primeira e segunda instância dos Juizados Especiais Federais, que haviam concedido a uma segurada de Pernambuco o pagamento em dobro dos valores descontados de seu benefício, bem como pagamento de indenização por danos morais.

A autarquia utilizou como fundamento um acórdão da Turma Recursal de Goiás, que considerou não existir legitimidade passiva do INSS para a ação judicial na qual se pretende restituição de valores descontados de benefício previdenciário para repasse ao banco responsável pelo empréstimo consignado. Para o Instituto, na ocorrência de fraude, a responsabilidade seria apenas da instituição financeira.

Autorização

No entanto, a Lei 10.820, de 2003, prevê a possibilidade de a autorização para consignação do empréstimo ser colhida tanto pelo INSS quanto pela instituição financeira. A relatora do processo na TNU, juíza federal Marisa Cláudia Gonçalves Cucio, sustenta ainda, em seu voto, que a despeito de o contrato ter sido ajustado entre beneficiário e banco, a autorização de desconto emitida pelo segurado titular do benefício dever ser obtida pelo próprio INSS.

O banco somente pode colher diretamente autorização de consignação do beneficiário se for o responsável, ao mesmo tempo, pela concessão do empréstimo e pelo pagamento do benefício ao segurado. Nessa situação, o INSS repassa o valor integral da aposentadoria ou pensão à instituição financeira credora, que se encarrega de efetuar o desconto na renda mensal. “Em contrapartida, quando o INSS se incumbe de fazer a consignação, precisa ele próprio exigir do beneficiário a manifestação de autorização”, ponderou a magistrada.

Segundo ela, a controvérsia sobre a questão se aprofundou com a edição de atos normativos pelo próprio Instituto, os quais não previam a necessidade do beneficiário apresentar autorização de consignação, porque bastaria o banco conveniado encaminhar à Dataprev arquivo magnético com os dados do contrato de empréstimo.

“O INSS não pode, com base em ato normativo infralegal editado por ele próprio, eximir-se da responsabilidade, imposta por norma legal hierarquicamente superior, de verificar se o aposentado ou pensionista manifestou a vontade de oferecer parcela dos proventos como garantia da operação financeira de crédito. (...) Ao confiar nos dados unilateralmente repassados à Dataprev pela instituição financeira, o INSS assume o risco de efetuar descontos indevidos na renda mensal de benefícios previdenciários”, salientou a juíza federal. [17]


Dormir pouco está relacionado a uma série de enfermidades. Saiba como resolver seus problemas com o travesseiro:

O sono é essencial para a vida e é a base de muitas funções fisiológicas e psicológicas do organismo, tais como a reparação de tecidos, o crescimento, a consolidação da memória e a aprendizagem. Embora nem todos os adultos precisem do mesmo número de horas de sono, os especialistas acreditam que menos de sete horas de sono por noite, numa base contínua, pode ter consequências negativas para o corpo e para o cérebro.

A falta de uma boa qualidade do sono tem impacto nos condutores fisiológicos do balanço energético, nomeadamente no apetite, na fome e no gasto energético. Além disso, a privação do sono apresenta efeitos negativos na capacidade do corpo distribuir a glicose sanguínea e pode aumentar o risco de diabetes tipo II.

Obesidade

Obesidade

Um estudo realizado numa grande população demonstrou uma relação significativa entre a habitual duração do sono curta e o aumento no índice de massa corporal (IMC). A reduzida duração do sono está associada a alterações nos hormônios que controlam a fome; por exemplo, os níveis de leptina (acção na redução do apetite) baixam, enquanto os níveis de grelina (acção estimulante do apetite) aumentam. Estes efeitos observam-se quando a duração do sono é inferior a 8 horas, sugerindo que a privação de sono é um fator de risco para a obesidade. Num estudo realizado numa população masculina saudável, descobriu-se que uma média de 4 horas de sono está associada a um desejo significativo de alimentos calóricos, com um conteúdo mais elevado de hidratos de carbono (alimentos doces, salgados e ricos em hidratos de carbono complexos). Estes indivíduos também manifestaram ter mais fome.

É necessário ter em consideração também que quanto menos horas se dorme, mais tempo se tem para comer e beber. Existem estudos que mostram que este é um fator que contribui para os aspectos obesogénicos da redução do número de horas de sono.

Estresse

Estresse

O hormônio cortisol, conhecido como o hormônio do stress, é responsável por manter o corpo em estado de alerta. Segundo a pneumologista e especialista em doenças do sono Heloisa Glass, quando ele está em níveis normais, é extremamente importante para o funcionamento do corpo. "Com o cortisol baixo, o corpo fica mais sensível à dor e desenvolve um cansaço acima do normal", explicou a especialista.

Problemas relacionados ao sono aumentam a produção de cortisol, o que mantém o corpo em constante estado de alerta, sem espaço para o descanso da noite. Isso faz com que o corpo não descanse a musculatura.

Há ainda o hormônio conhecido como melatonina. Quando o dia acaba e o sol se põe, a ausência da luz naturalmente inibe a produção desse hormônio no corpo, o que é, segundo Heloisa Glass, um "sinal para dormir". Os atuais hábitos noturnos, em especial da faixa etária que vai dos 16 aos 38 anos, impedem o que deveria ser a ação natural do corpo à noite.

Depressão

Apneia

Dormir poucas horas por noite também pode aumentar as chances de desenvolver depressão. A falta de sono pode trazer problemas psicológicos, principalmente em adolescentes que ainda não conseguem lidar com questões emocionais. O tempo de sono suficiente para revitalizar uma pessoa pode variar, porém, o ideal são oito horas de sono por noite.

Diabetes

Diabetes

A redução dos períodos de sono está associada a uma redução da tolerância à glicose. A tolerância à glicose é um termo que descreve a forma como o organismo controla a disponibilidade de glicose sanguínea para os tecidos e cérebro. Em períodos de jejum, o elevado nível de glicose e insulina no sangue indica que a distribuição da glicose pelo organismo é realizada de forma inadequada. Há evidências que demonstram que a baixa tolerância à glicose é um fator de risco para a diabetes tipo II. Estudos sugerem que a restrição do sono, a longo prazo (menos de 6,5 horas por noite), pode reduzir a tolerância à glicose em 40%.

Hipertensão

Hipertensão

Quem dorme mal tem cinco vezes mais chance de desenvolver um quadro de pressão alta do que uma pessoa sem problemas para dormirO causador é a mistura de cortisol, adrenalina e noradrenalina, que tem ação vasoconstritora, o que favorece não só a hipertensão, como as arritmias cardíacas.

É necessário procurar um médico quando estas interrupções do sono prejudicam a rotina da família, não deixando que um ou mais membros tenham uma noite tranquila de descanso, pois dormir é essencial para a nossa saúde.

Confira como garantir uma boa noite de sono

  [27]




Tem brasileiro se dando bem no Chelsea. E não é jogador


Estabelecido na capital da Inglaterra há quase duas décadas, o corintiano de Paraisópolis, município no Sul de Minas Gerais, revela uma trajetória permeada por sorte, dedicação e competência. Elementos que o fizeram alcançar um dos maiores clubes ...



Resultados encontrados para “"RECUPERAÇ& Atilde;O JUDICIAL"”


SP Recuperação Judicial Deferida Empresa: Faria & Faria Ltda. Epp - Administrador Judicial: Dr. Ronaldo Carvalho Lopes - Vara/Comarca: Vara Única de Paraisópolis/MG Cumprimento de Recuperação Judicial ... que estão em recuperação judicial ...



Uma tristeza e quatro grandes micos de 2014 Imaginem como um gol de Pelé aumenta a autoestima de um garoto de Ruanda ou do Burundi, de Paraisópolis ou do Brooklin ... Flamengo, Botafogo, Cruzeiro, Atlético-MG, Atlético-PR e Grêmio foram mal na Libertadores. São Paulo, Inter e outros foram ...
O Caçador de Mitos O dano que provocamos à floresta teria desligado a “bomba de umidade” e interrompido “os rios voadores” que mandam umidade para Minas Gerais e São Paulo ... da favela de Paraisópolis ao lado de apartamentos de luxo do Morumbi.
Antonietta Varlese, diretora de Comunicação e CSR Accor Américas "O Humbi Hubi, de Belo Horizonte (MG) capacita jovens de 16 a 29 anos trabalhando com ... A ocasião também contou com uma apresentaçã o de Maracatu realizada por crianças da comunidade Paraisópolis. Palestras sobre adoção de animais domésticos ...
PARAISOPOLIS MG tspan:3m PARAISOPOLIS MG