Blog de Notícias de OURO PRETO








Prefeito de Ouro Preto é mantido no cargo

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deferiu, na sessão desta quinta, o registro de candidatura do prefeito de Ouro Preto, na região Central do Estado, José Leandro Filho (PSDB). Ele havia sido cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral em Minas (TRE-MG ...

Gays fazem ‘Bichaço’ contra homofobia na Ufop

“Ninguém me queria”. Esse sentimento de rejeição foi sentido pelo estudante de engenharia metalúrgica da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), na região Central de Minas Gerais, de 22 anos, Cláudio Ribeiro. O jovem, assumidamente ...

“Room On Fire” sai em vinil e acaba em 4 horas

No mesmo ano em que saiu o segundo disco do The Strokes, Room On Fire (2003) ganhou disco de ouro por sua venda massiva nos Estados Unidos. Ontem, houve a prova de que o disco ainda é um sucesso hoje.…

Alunos fazem 'bichaço' na Ufop contra homofobia nas repúblicas estudantis

Pelo menos 150 pessoas participaram de uma manifestaçã o contra a homofobia nesta sexta-feira (27), no campus da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), na Região Central de Minas Gerais. O protesto, chamado de "Bichaço", foi motivado por um texto ...

ORQUESTRA OURO PRETO - THE BEATLES IN CONCERT

A Orquestra Ouro Preto apresenta nesta sexta-feira (27), no Teatro Municipal Trianon, em Campos dos Goytacazes e no Teatro Municipal de Macaé, no sábado (28), a Série de Concertos The Beatles. As apre…

Transporte clandestino ganha força com a internet

Mulher embarca na rodoviária de BH rumo a Ouro Preto, a um custo de R$ 20 ... o Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) ressalta que a atividade torna-se ilegal quando há cobrança pela carona. A lei estadual 19.445, de 2011 ...

Um look em Ouro Preto

Ser namorado de blogueira não é fácil. Mesmo que o cara não tenha talento nato para a fotografia, ele…

Inaugurada há menos de um mês, AME do Ouro Preto já causa dor de cabeça a moradores

Moradores do bairro Ouro Preto, na zona oeste de Petrolina, estão revoltados com o esquecimento por parte das autoridades em relação a nova AME que foi recentemente inaugurada. Em denúncia enviada ao …

ORQUESTRA OURO PRETO APRESENTA NESTA SEXTA-FEIRA NO TRIANON: THE BEATLES

Com patrocínio da Petrobras, a Orquestra Ouro Preto vai apresentar, nesta sexta-feira (27), às 20h30, no Teatro Municipal Trianon, a Série de Concertos The Beatles, com regência do maestro Rodrigo Tof…

Um pulinho em Ouro Preto

Antes que vocês pensem que eu vou dar um roteiro super detalhado, cheio de dicas do que visitar em…

Caminhão é recuperado com carga de eletrônicos na BR-356, em Ouro Preto

Do R7 Nenhum suspeito foi localizado Polícia Militar / Divulgação Um caminhão carregado com aparelhos eletrônicos que foi robado da Ricardo Eletro em Contagem, na Grand…

Economia do Crime…em Ouro Preto

O coordenador deste grupo vai até Ouro Preto, hoje, conversar com alunos sobre um tema famoso: a economia do crime. Eis o cartaz do evento. Arquivado em:Uncategorized

Carnaval 2015, em Ouro Preto!

Recentemente foi celebrado o Carnaval de 2015 – meu primeiro carnaval no Brasil! Claro, a maior festa de carnaval que vêm à mente é no Rio… As escolas de samba, as baterias e as garotas que usam as fa…

Últimas notícias de OURO PRETO MG:

 Transporte clandestino ganha força com a internet Mulher embarca na rodoviária de BH rumo a Ouro Preto, a um custo de R$ 20 ... o Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) ressalta que a atividade torna-se ilegal quando há cobrança pela carona. A lei estadual 19.445, de 2011 ...

Mortos por raios Irmãos chilenos que morreram em Ouro Preto foram vítimas da chuva Novos casos de mortes por descarga atmosférica na região. No total somente este ano foram registrados quatro casos em torno das localidades vizinhas a Conselheiro Lafaiete/MG. A última ...

OURO PRETO MG tspan:3m OURO PRETO MG


Recessão atinge turismo nas localidades históricas de Minas Nem os tapetes coloridos de serragem, as rezas em coros e todos os ritos centenários podem reverter o impacto da crise econômica nas cidades históricas de Minas Gerais. Acostumados ... iceberg para muitos hotéis em Ouro Preto, Mariana, Tiradentes ...

Morte de irmãos chilenos em Ouro Preto foi acidente, conclui Polícia Civil Alfredo Leonardo Foster (à esq) e Juan Roberto Foster morreram em Ouro Preto, em Minas Gerais. (Foto: Divulgação/ Polícia Civil) A Polícia Civil concluiu que a morte de dois irmãos chilenos encontrados em Ouro Preto, na Região Central de Minas Gerais ...

Polícia conclui que morte de irmãos chilenos em Ouro Preto (MG) foi acidental A Polícia Civil concluiu que a morte dos irmãos chilenos Alfredo Leonardo Foster Huaiquiche e Juan Roberto Foster Huaiquiche foi acidental. Eles foram encontrados nos dias 6 e 7 de janeiro deste ano no Pico do Itacolomy, em Ouro Preto, na região central ...

Campanha de 2015 conta com adesão de localidades históricas Muitas, inclusive, escolheram ícones ligados a essa história para serem apagados na Hora do Planeta 2015. Como é o caso de Ouro Preto (MG), famosa por sua arquitetura colonial e primeira localidade brasileira a ser declarada Patrimônio Histórico e ...

Universidade Federal de Ouro Preto abre vagas para curso em Rio Branco No total, serão 200 vagas distribuídas igualmente em quatro polos de Apoio Presencial, localizados Rio Branco (AC), Ouro Preto (MG), Timóteo (MG) e Araçuaí (MG). O público-alvo é constituído por professores, gestores, coordenadores e outros ...





Siga-nos e receba notícias e assuntos de interesse das cidades

Luta contra a corrupção: aprenda a fiscalizar as contas de OURO PRETO

A Controladoria-Geral da União (CGU) é o órgão do Governo Federal responsável pela fiscalização dos recursos federais repassados a estados, municípios e cidadãos beneficiados por programas do Governo Federal. No entanto, tendo em vista as dimensões do Estado Brasileiro e o grande número de municípios que possui, a CGU conta com a participação dos cidadãos para que o controle dos recursos seja realizado de maneira ainda mais eficaz.

Por isso, cidadão, a sua participação na tarefa de controlar o gasto do dinheiro público é muito importante. Somente com a ajuda de cada cidadão será possível controlar os gastos do Governo Federal em todo Brasil e garantir, assim, a correta aplicação dos recursos públicos.

Com o intuito de contribuir para o exercício do controle social, técnicos da CGU elaboraram questionários que permitem à sociedade a participar da gestão pública. São instrumentos que esclarecem como acompanhar um determinado programa de governo. Com linguagem simples, clara e acessível, os questionários trazem instruções úteis de como fiscalizar a correta aplicação dos recursos públicos e acompanhar a execução local dos programas federais. O objetivo é facilitar a aplicação desses questionários pelos agentes públicos, conselheiros municipais ou por qualquer cidadão interessado em controlar as despesas efetuadas nos diversos programas do Governo Federal e, ainda, permitir que os órgãos do governo tomem as providências necessárias para solucionar eventuais irregularidades encontradas.

A participação e o controle social não são apenas um direito de cada cidadão, mas, também, um dever. Por isso, é muito importante que todos fiscalizem os recursos federais repassados a estados e municípios, como os recursos para a merenda escolar, para o Bolsa Família, para a saúde e para a erradicação do trabalho infantil, entre outros. Cabe a cada cidadão a tarefa de fiscalizar e acompanhar os gastos do Governo Federal. Seja um fiscal da correta aplicação do dinheiro público. Faça a sua parte!

Confira os questionários dos programas:

Bolsa Família

Programa Bolsa Família (PBF) prevê a transferência direta de renda para famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, desde que satisfeitas as condições estabelecidas.

Merenda Escolar

Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) prevê a transferência de recursos financeiros para garantir, de forma suplementar, a alimentação escolar dos alunos da educação infantil (creches e pré-escola) e do ensino fundamental, inclusive das escolas indígenas, matriculados em escolas públicas e filantrópicas.

Erradicação do Trabalho Infantil

Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) estabelece a concessão de Bolsa a crianças e adolescentes em situação de trabalho e Ações socioeducativas para crianças e adolescentes em situação de trabalho.

Saúde da Família

Programa de Saúde da Família (PSF) busca a implantação de equipes multiprofissionais, que atuam em Unidades Básicas de Saúde e são responsáveis por um número predeterminado de famílias localizadas numa área delimitada.

Os arquivos acima estão em formato PDF (Portable Document Format). Para que eles sejam visualizados, é necessária a instalação do programa Adobe Acrobat Reader. Caso você ainda não o tenha instalado em seu computador, clique aqui para obtê-lo gratuitamente. O formato PDF, criado pela Adobe, é ideal para a distribuição segura e confiável de documentos eletrônicos.

[28]




Quando os remédios "clone" vão chegar em OURO PRETO?

A partir de agora, a indústria farmacêutica que quiser registrar medicamento clone (remédio com a mesma fórmula) terá a garantia de manutenção do preço já praticado no mercado.

O processo de registro para esse tipo de produto na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é mais simplificado e sua ampliação permitirá a redução de cerca de 25% na fila de pós-registro.

A análise desses documentos representa 60% da demanda para registros no País. A medida beneficiará o setor, que terá o processo de registro acelerado, e o consumidor, que terá mais opções de marcas e preços disponíveis.

“Essa resolução é muito importante porque já estamos adotando uma maneira mais simplificada para registrar medicamentos clones e faltava uma definição sobre o preço. A análise simplificada para os medicamentos clones representa um ganho de tempo em todas as etapas de registro, com uma redução expressiva da fila”, destacou o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

Manutenção do preço

O diretor-presidente da Anvisa, Jaime Oliveira, explica que é fundamental sinalizar ao setor a manutenção do preço para dar segurança ao pedido de registro do produto na categoria clone.

A resolução da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) sobre a precificação de medicamentos clone será publicada no Diário Oficial da União. A ação voltada ao setor farmacêutico foi anunciada pelo Ministério da Saúde e Anvisa.

Essa medida vem complementar a Resolução de Diretoria Colegiada (RDC) 31/2014 da Anvisa, que passou a autorizar que medicamentos novos ou não, que têm comprovadamente a mesma matriz (princípios ativos, concentração, via de administração, posologia e indicação terapêutica) de uma droga já registrada e comercializada, possam ser enquadrados como ‘medicamento clone’.

Mudanças

O maior impacto da medida será no pós-registro, fase em que a indústria já possui medicamentos e preços registrados na Anvisa e quer reclassificá-los, passando-os de medicamento não clone para clone.

Atualmente, cerca de 60% da demanda da Gerencia Geral de Medicamentos da Anvisa está no pós-registro. Um terço dos pedidos (629) aguarda para serem registrados como ‘clone’.

Mercado

A Resolução da CMED prevê três situações que garante a precificação dos medicamentos, caso o fabricante opte por trabalhar com os clones. No primeiro caso, o medicamento não clone já é comercializado. Nessa situação, haverá uma troca do número de registro do medicamento para adequação à RDC 31/2014 e será mantido o preço anteriormente aprovado para o laboratório.

No segundo caso, o medicamento entra no mercado como um fármaco novo ou nova apresentação e, por isso, segue normalmente as regras gerais de preços estabelecidos pelos critérios da Resolução CMED N°2/2004.

A terceira situação trata do produto criado a partir da transferência de tecnologia entre laboratórios públicos e privados, por meio das Parcerias de Desenvolvimento Produtivo (PDP) e outras formas de transferência de tecnologia – em que o medicamento clone terá o mesmo preço praticado pela matriz. [16]



Gays fazem ‘Bichaço’ contra homofobia na Ufop


“Ninguém me queria”. Esse sentimento de rejeição foi sentido pelo estudante de engenharia metalúrgica da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), na região Central de Minas Gerais, de 22 anos, Cláudio Ribeiro. O jovem, assumidamente ...



Alunos fazem 'bichaço' na Ufop contra homofobia nas repúblicas estudantis


Pelo menos 150 pessoas participaram de uma manifestaçã o contra a homofobia nesta sexta-feira (27), no campus da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), na Região Central de Minas Gerais. O protesto, chamado de "Bichaço", foi motivado por um texto ...
Transporte clandestino ganha força com a internet Mulher embarca na rodoviária de BH rumo a Ouro Preto, a um custo de R$ 20 ... o Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) ressalta que a atividade torna-se ilegal quando há cobrança pela carona. A lei estadual 19.445, de 2011 ...
Mortos por raios Irmãos chilenos que morreram em Ouro Preto foram vítimas da chuva Novos casos de mortes por descarga atmosférica na região. No total somente este ano foram registrados quatro casos em torno das localidades vizinhas a Conselheiro Lafaiete/MG. A última ...
Recessão atinge turismo nas localidades históricas de Minas Nem os tapetes coloridos de serragem, as rezas em coros e todos os ritos centenários podem reverter o impacto da crise econômica nas cidades históricas de Minas Gerais. Acostumados ... iceberg para muitos hotéis em Ouro Preto, Mariana, Tiradentes ...
Morte de irmãos chilenos em Ouro Preto foi acidente, conclui Polícia Civil Alfredo Leonardo Foster (à esq) e Juan Roberto Foster morreram em Ouro Preto, em Minas Gerais. (Foto: Divulgação/ Polícia Civil) A Polícia Civil concluiu que a morte de dois irmãos chilenos encontrados em Ouro Preto, na Região Central de Minas Gerais ...

Uma grande mudança no setor de embalagens. Como isso afeta OURO PRETO ?

Por: Cristina Ávila - Edição: Vicente Tardin

A análise jurídica do texto do acordo setorial para a implantação do sistema de logística reversa de "embalagens em geral" deverá estar pronta nos próximos dias, e em seguida seguirá para o chamado “grupo de coalizão”, como se autodenominam as 22 associações que representam comércio, indústria e distribuidores de produtos domésticos, como alimentos e bebidas. O setor deverá voltar a discutir a redação ainda em fevereiro.

“Essa nova discussão será muito importante para finalizar esse acordo setorial. Os próximos dias serão decisivos para as negociações com os setores que devem cumprir a logística reversa”, acentua a diretora de Ambiente Urbano do MMA, Zilda Veloso.

O texto do acordo foi submetido à consulta pública, entre 15 de setembro e 15 de outubro do ano passado, e foram recebidas mais de 900 sugestões de alterações. A intensa participação trouxe opiniões de representantes de municípios, recicladores, órgãos ambientais e sociedade civil.

“Essencialmente, o Ministério do Meio Ambiente media as negociações para que seja feita a separação de materiais seco e orgânico, a redução de resíduos e o encaminhamento de embalagens para o mercado de reciclagem”, explica Zilda.

Atingir essa meta é um bom negócio em todos os sentidos. A diretora comenta que no Brasil cerca de 50% do descarte é lixo orgânico, 35% lixo seco e os outros 15% são outros materiais, incluindo os rejeitos (que não têm possibilidade de reciclagem, ou por questões técnicas ou econômicas de cada região). Do lixo seco, cerca de 70% são embalagens.

SUCESSO

Esse será o terceiro acordo setorial definido entre as cinco cadeias produtivas que serão responsáveis pela logística reversa prevista pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/10). As cinco cadeias foram definidas pelo Comitê Orientador da Logística Reversa (Cori), composto pelos Ministérios do Meio Ambiente, Fazenda, Indústria e Comércio, Saúde e Agricultura.

No ano passado, o setor privado assinou contrato para a destinação de lâmpadas. E o acordo para o correto descarte de embalagens de lubrificantes já está funcionando na prática. Em 2005, o setor criou uma entidade gestora, que cresceu e se transformou no Instituto Jogue Limpo. Hoje presente em 14 estados e no Distrito Federal, já supera 330 milhões de embalagens encaminhadas para reciclagem.

PRÓXIMOS PASSOS

As expectativas a partir de agora serão os acordos dos setores de medicamentos e de eletroeletrônicos. Importadores, fabricantes e o comércio varejista de remédios estão em negociação e devem apresentar propostas no início deste ano. E o setor de eletroeletrônicos apresentou reivindicações que ainda estão sendo analisadas.

“Depois que concluirmos esses acordos, passaremos a rever os acordos que foram feitas por outras cadeias produtivas, antes da Lei 12.305”, afirma Zilda Veloso. Ela se refere aos setores de agrotóxicos, pneus, lubrificantes, pilhas e baterias.

A diretora de Ambiente Urbano comenta que o setor de agrotóxicos consegue recolher mais de 94% das embalagens que são colocadas pela indústria no comércio. Fato que ela considera inédito no mundo. A “Lei dos Agrotóxicos” (Lei 7.802/89) foi sancionada em 1989, e em 2000 foi alterada para incluir a obrigação de reciclagem de embalagens. Até então os agricultores enterravam, queimavam, jogavam nos rios ou nas lavouras, com riscos para o meio ambiente e para a saúde.[12]


Corrupção custa caro também em OURO PRETO

O brasileiro paga caro pelo aumento da corrupção no País. Segundo estudo feito pelo coordenador da Escola de Economia de São Paulo, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Marcos Fernandes, a perda de produtividade provocada por fraudes públicas no Brasil atinge a casa de US$ 3,5 bilhões por ano. ´Da mesma forma que estradas e portos bem estruturados melhoram a produtividade do País, instituições ineficientes diminuem o ganho da nação´, afirma Fernandes.

Ele explica que o prejuízo foi calculado com base em dados do Banco Mundial (Bird) sobre educação e investimentos de 109 países, além de índices de percepção de corrupção da organização não-governamental Transparência Internacional. Na avaliação do professor da FGV - que lança hoje o livro Ética e Economia, em São Paulo -, com as péssimas qualidades das leis, da governabilidade e do ambiente de negócios, as empresas hesitam em investir no País e deixam de criar emprego e renda para a sociedade. Para ter idéia do que significa a perda de produtividade provocada pela corrupção no Brasil, basta comparar o volume de dinheiro empenhado pelo governo no Ministério dos Transportes. Até agosto, foram cerca de R$ 5,3 bilhões em obras de infra-estrutura de transportes, como estradas, hidrovias, ferrovias e portos - bem abaixo da perda de produtividade anual calculada em US$ 3,5 bilhões, ou R$ 7,5 bilhões convertidos pelo dólar de R$ 2,17.

Fernandes completa ainda que em apenas dois escândalos recentes da história do Brasil - o superfaturamento do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de São Paulo pelo juiz Nicolau dos Santos Neto e o dos sanguessugas, a população perdeu cerca de US$ 150 milhões. ´Com esse dinheiro seria possível construir 200 mil casas populares e abrigar 800 mil pessoas´, calcula o professor. Segundo ele, muito dinheiro que poderia ser investido na precária infra-estrutura do País é desviado pela corrupção. Com isso, o Estado perde força e suas políticas de investimentos são enfraquecidas. Resultado disso pode ser verificado no Índice de Competitividade Global 2006-2007 do Fórum Econômico Mundial. Números divulgados na semana passada mostram que o Brasil caiu nove posições no ranking internacional, de 57ª para 66ª colocação, ficando abaixo dos demais países que formam o chamado Bric (Rússia, Índia e China). De acordo com o Fórum, o desempenho do Brasil se deve especialmente a dois fatores: indicadores macroeconômicos e institucionais. ´A corrupção traz efeitos graves para a competição dos mercados´, afirma o diretor-executivo da Transparência Brasil, Claudio Weber Abramo.

Segundo ele, o efeito disso para a população é lamentável, já que menos investimentos significam menos emprego, renda e piora do bem-estar da população. ´O custo social é grande, pois priva as pessoas de uma melhor qualidade de vida e de liberdade de escolha´, diz Fernandes. O economista Reinaldo Gonçalves, professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), acrescenta ainda que a corrupção aumenta o risco e a incerteza no ambiente de negócios do País. ´Para se proteger disso, os preços dos bens e serviços acabam embutindo o custo da corrupção, como se fosse um imposto´, reclama ele. Para o professor, além de aumentar as incertezas, as fraudes públicas elevam as práticas oportunistas. ´Como alguns cometem atos ilícitos e não são punidos, os outros também adotam armas corruptas para competir.´ Na avaliação dele, há uma fragilidade sistêmica no Brasil, um processo de ´africanização´. Dados da ONG Transparência Internacional mostram que o Índice de Percepção de Corrupção do Brasil é semelhante ao de países como Belize, Sri Lanka, Peru, Kuwait e Colômbia (ver gráfico). Os países mais seguros são Finlândia, Dinamarca, Cingapura e Suíça. Os piores no quesito fraude pública são Bangladesh, Paraguai e Indonésia. Na avaliação do professor de Ética e Filosofia Política da Unicamp, Roberto Romano, um dos problemas que elevam o índice de corrupção no Brasil é o número de mediadores no sistema. Da União até chegar ao destino estabelecido, o dinheiro passa por várias mãos, o que facilita a fraude, argumenta ele. ´Resultado disso é a desigualdade entre as regiões e a falta de competitividade do produto brasileiro. Se você não tem valor agregado, sobretudo de ponta, o que você tem a oferecer? Banana´ destaca o professor.

Mas há uma luz no fim do túnel, argumentam os especialistas. Uma das alternativas é deixar de tratar a corrupção como causa da moralidade. Para Abramo, ela tem origem em instituições e práticas administrativas frágeis.

´No Brasil, os governos podem nomear cargos aleatoriamente em troca de apoio parlamentar. Isso precisa ser mudado´, indigna-se ele, reivindicando a criação de políticas de gerenciamento de conflito de interesses. ´Certamente não se combate corrupção dizendo que ela é feia.´ Gonçalves, da FGV, acredita que a instituição de mecanismos que permitam a fiscalização pública do orçamento do governo já contribuiria para reduzir as fraudes. ´É preciso transparência. Se você torna tudo eletrônico, é possível consultar o andamento dos processos, contratos de compra de serviços, etc.´ Mas isso precisa ser inteligível. Não adianta dispor de dados se não é possível fazer a leitura, alerta ele. ´Junta-se a isso a necessidade de redução da burocracia e a aprovação de leis mais racionais.´

Fonte: Renée Pereira (site do Estadão) [2]



*blogsbrasil.com - todos os direitos reservados. Selecionamos as principais notícias da cidade de OURO PRETO MG. Os acontecimentos políticos, acidentes de trânsito nas rodovias, fatos do centro, dos bairros e do interior. Pesquisamos também os jornais locais e as redes sociais, bem como o site da prefeitura. O trabalho jornalístico consiste em captação e tratamento escrito, oral, visual ou gráfico, da informação em qualquer uma de suas formas e variedades. O trabalho é normalmente dividido em quatro etapas distintas, cada qual com suas funções e particularidades: pauta, apuração, redação e edição.A pauta é a seleção dos assuntos que serão abordados. É a etapa de escolha sobre quais indícios ou sugestões devem ser considerados para a publicação final. A apuração é o processo de averiguar informação em estado bruto (dados, nomes, números etc.). A apuração é feita com documentos e pessoas que fornecem informações, chamadas de fontes. A interação de jornalistas com suas fontes envolve freqüentemente questões de confidencialidade.A redação é o tratamento das informações apuradas em forma de texto verbal. Pode resultar num texto para ser impresso (em jornais, revistas e sites) ou lido em voz alta (no rádio, na TV e no cinema). A edição é a finalização do material redigido em produto de comunicação, hierarquizando e coordenando o conteúdo de informações na forma final em que será apresentado. Muitas vezes, é a edição que confere sentido geral às informações coletadas nas etapas anteriores. No jornalismo impresso (jornais e revistas), a edição consiste em revisar e cortar textos de acordo com o espaço de impressão pré-definido. A diagramação é a disposição gráfica do conteúdo e faz parte da edição de impressos. No radiojornalismo, editar significa cortar e justapor trechos sonoros junto a textos de locução, o que no telejornalismo ganha o adicional da edição de imagens em movimento. Tags: Últimas Notícias, OURO PRETO MG, Cidade, Interior, Segunda, Terça, Quarta, Quinta, Sexta, Sábado, Domingo, Carro, Eleições, Crime, Estrada, Rodovia, Acesso, Greve, Eleições, Festa, Granizo, Chuva, Enchente,Aniversário, Prêmio, Mês, Fim de Semana, Hoje, Ontem, Anteontem, Hora, Pouco Tempo, Agora, Mulher, Homem, Família, Criança, Portal,Pessoas, Como saber, Site, Blog, Diário,Protesto,Inauguração, Cassação, Cassado, Show, Apresentação, Espetáculo, Fotos, Vídeos, Imagens, Previsão, Caminhão, Vítimas, Situação, Oposição, Eleições, Enquete, Votos, Apuração, Trânsito, Operação, PF, Delegacia, Praia, Localidade, Animais, Ver Fotos, NEWS LATEST LOCAL NEWSPAPPER.