BLOG DE NOTICIAS DE ITAU DE MINAS

Notícias e Assuntos de Interesse da Cidade

Últimas notícias de ITAU DE MINAS MG:

Bancos terão que detalhar pagamento mínimo do cartão de crédito na fatura




√Č neste s√°bado: ralis Mitsubishi chegam a Uberl√Ęndia (MG)


ÔĽŅ

√Č neste s√°bado: ralis Mitsubishi chegam a Uberl√Ęndia (MG) A cidade de Uberlândia (MG) recebe os ralis Mitsubishi Motorsports e Mitsubishi ... O Mitsubishi Motorsports Sudeste tem patrocínio de Lubrax, Itaú, Clarion, W.Truffi Blindados, Mit Financiamentos, Sideral, MVC, STP, Transzero, Unirios, Flamma, Rede ...
Banc√°rios Saem √†s Ruas em Busca de Melhores Condi√ß√Ķes de Trabalho A caravana teve início no Banco Itaú, da rua Minas Gerais, e foi passando pelos bancos da rua Brasil, encerrando em frente ao Banco do Brasil, na rua Pernambuco. Os sindicalistas ofereceram panfletos aos clientes dos bancos e para a população ...
Setor de servi√ßo cresce 0,7% em Minas, bem abaixo da m√©dia nacional Em Minas Gerais, os serviços de informação e comunicação ... em relatório assinado pelo economista-chefe do Itaú, Ilan Goldfajn. É um cenário bem diferente do que o país viveu até recentemente. “Se você comparar o nível de empregos criados ...

Consiga um emprego AGORA MESMO em ITAU DE MINAS MG:

Empregos Manager Online
Ap√≥s a colis√£o, ve√≠culo ficou com a frente totalmente destru√≠da. / Foto: H√©lder Almeida e morador de Itaú de Minas, ficou gravemente ferido na noite desta quarta-feira, 13 de agosto, depois de se envolver em um grave acidente na Rodovia MG-050, quando voltava para casa. Ele bateu o carro em um caminhão bitrem carregado de cana-de-açú car e ...

Uberl√Ęndia/MG: pr√≥xima parada dos ralis da Mitsubishi "Estamos muito felizes em voltar ao estado de Minas Gerais, que tem ótimas trilhas e belas paisagens ... www.mitsubishimotors.com. br O Mitsubishi Motorsports Sudeste tem patrocínio de Lubrax, Itaú, Clarion, W.Truffi Blindados, Mit Financiamentos ...
Greve de funcion√°rios da Copasa n√£o tem ades√£o na regi√£o Os servidores da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) entraram em greve nesta terça ... Fortaleza de Minas, Ibiraci, Itaú de Minas, Jacuí, Nova Resende, São José da Barra, São Roque de Minas e São Tomás de Aquino.

Tempo e Temperatura:

Setor de servi√ßo cresce 0,7% em Minas, bem abaixo da m√©dia nacional Em Minas Gerais, os serviços de informação e comunicação ... em relatório assinado pelo economista-chefe do Itaú, Ilan Goldfajn. É um cenário bem diferente do que o país viveu até recentemente. “Se você comparar o nível de empregos criados ...
Ap√≥s a colis√£o, ve√≠culo ficou com a frente totalmente destru√≠da. / Foto: H√©lder Almeida e morador de Itaú de Minas, ficou gravemente ferido na noite desta quarta-feira, 13 de agosto, depois de se envolver em um grave acidente na Rodovia MG-050, quando voltava para casa. Ele bateu o carro em um caminhão bitrem carregado de cana-de-açú car e ...
Acidente na MG-050 deixa alunos da EsSA feridos em Passos, MG deixou um jovem de 23 anos gravemente ferido no início da noite desta segunda-feira (11) na MG-050, entre Itaú de Minas (MG) e Passos (MG). Segundo a Polícia Rodoviária Federal, Allan Ananias Matos da Silva, de 23 anos, era passageiro de um carro que ...
Tr√™s inc√™ndios s√£o registrados em duas cidades do Sul de Minas Três incêndios foram registrados no Sul de Minas nesta sexta-feira (8). Em Itaú de Minas (MG), um incêndio atingiu a fábrica da Votorantim. As chamas começaram durante a desativação de um antigo tanque de óleo e o fogo foi controlado pela Brigada ...
Bancos ter√£o que detalhar pagamento m√≠nimo do cart√£o de cr√©dito na fatura Por decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), cinco bancos brasileiros terão ... está valendo aos bancos American Express S/A (Bankpar S/A), Credicard Banco S/A, Banco Itaú Cartões S/A, Banco Itaucard e Banco do Brasil.
√Č neste s√°bado: ralis Mitsubishi chegam a Uberl√Ęndia (MG) A cidade de Uberlândia (MG) recebe os ralis Mitsubishi Motorsports e Mitsubishi ... O Mitsubishi Motorsports Sudeste tem patrocínio de Lubrax, Itaú, Clarion, W.Truffi Blindados, Mit Financiamentos, Sideral, MVC, STP, Transzero, Unirios, Flamma, Rede ...
Banc√°rios Saem √†s Ruas em Busca de Melhores Condi√ß√Ķes de Trabalho A caravana teve início no Banco Itaú, da rua Minas Gerais, e foi passando pelos bancos da rua Brasil, encerrando em frente ao Banco do Brasil, na rua Pernambuco. Os sindicalistas ofereceram panfletos aos clientes dos bancos e para a população ...
Setor de servi√ßo cresce 0,7% em Minas, bem abaixo da m√©dia nacional Em Minas Gerais, os serviços de informação e comunicação ... em relatório assinado pelo economista-chefe do Itaú, Ilan Goldfajn. É um cenário bem diferente do que o país viveu até recentemente. “Se você comparar o nível de empregos criados ...
300x250 Bandidos fazem 11 pessoas ref√©ns e arrombam caixa eletr√īnico em prefeitura de Juiz de Fora (MG) Eles ainda tentaram retirar dinheiro de um terminal do Banco Itaú, mas não conseguiram. Depois disso, os criminosos fugiram. A Polícia Militar conseguiu localizar um veículo semelhante ao que foi utilizado pelos bandidos, em atitude suspeita. ÔĽŅ
Ainda sob press√£o, Flamengo recebe o Atl√©tico-MG no Maracan√£ RIO - O Flamengo sofreu três meses para sair da zona de rebaixamento. E pode levar o mesmo período para apresentar um bom futebol. Ao dizer que a equipe jogaria bem quando deixasse o pelotão dos quatro últimos, o técnico Vanderlei Luxemburgo deu a ...
Am√©rica-MG reencontra a vit√≥ria e se mant√©m no G4 O América-MG fez as pazes com a vitória depois de duas derrotas seguidas e mostrou que o estádio Independência, em Belo Horizonte, é uma das principais armas na luta pelo acesso à elite do Campeonato Brasileiro. Nesta terça-feira, o time jogou para ...
Am√©rica-MG vence Luverdense, ultrapassa rival e entra no G4 Na noite desta terça-feira, o América-MG recebeu o Luverdense no Independência em confronto direto na parte de cima da tabela, na 17ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. E com gols de Manci e Obina, o Coelho venceu a partida por 2 a 0, chegou ...
300x250 Am√©rica-MG volta a mostrar for√ßa no Horto, bate o Luverdense e retorna ao G-4 O América-MG voltou a mostrar que o Estádio Independência costuma ser mortal para seus visitantes. Se nos últimos anos o rival Atlético-MG fez surgir a expressão “Caiu no Horto tá morto”, na Série B o Coelho tem tratado de garantir que os ...
Am√©rica-MG anuncia contrata√ß√£o de Renan Oliveira, emprestado pelo Atl√©tico O meia-atacante Renan Oliveira é o novo reforço do América-MG para a sequência da Série B do Brasileiro. O jogador, revelado pelo Atlético-MG e que estava no Sport, vai defender o time americano, por empréstimo. A confirmação foi dada pelo gerente ...
Diego Tardelli volta a ter chance na sele√ß√£o e preocupa o Atl√©tico-MG Ao lado de Diego Tardelli, Roberto Carlos observa companheiros do Anzhi em aula de dança russa Divulgação/ Site Oficial Anzhi Mais Diego Tardelli comemora um dos três gols que marcou pelo Atlético-MG no clássico contra o Cruzeiro CRISTIANO TRAD/O ...
Am√©rica-MG vence Luverdense e volta ao G-4 da S√©rie B O América-MG se recuperou na Série B do Brasileiro ao vencer o Luverdense por 2 a 0, em jogo realizado nesta terça-feira, no estádio Independência. A equipe mineira vinha perdendo rendimento nas últimas partidas, e depois de duas derrotas seguidas ...

ITAU DE MINAS MG tspan:3m ITAU DE MINAS MG
Selecionamos as principais not√≠cias da cidade de ITAU DE MINAS MG. Os acontecimentos pol√≠ticos, acidentes de tr√Ęnsito nas rodovias, fatos do centro, dos bairros e do interior. Pesquisamos tamb√©m os jornais locais e as redes sociais, bem como o site da prefeitura.

O trabalho jornal√≠stico consiste em capta√ß√£o e tratamento escrito, oral, visual ou gr√°fico, da informa√ß√£o em qualquer uma de suas formas e variedades. O trabalho √© normalmente dividido em quatro etapas distintas, cada qual com suas fun√ß√Ķes e particularidades: pauta, apura√ß√£o, reda√ß√£o e edi√ß√£o.A pauta √© a sele√ß√£o dos assuntos que ser√£o abordados. √Č a etapa de escolha sobre quais ind√≠cios ou sugest√Ķes devem ser considerados para a publica√ß√£o final. A apura√ß√£o √© o processo de averiguar informa√ß√£o em estado bruto (dados, nomes, n√ļmeros etc.). A apura√ß√£o √© feita com documentos e pessoas que fornecem informa√ß√Ķes, chamadas de fontes. A intera√ß√£o de jornalistas com suas fontes envolve freq√ľentemente quest√Ķes de confidencialidade.A reda√ß√£o √© o tratamento das informa√ß√Ķes apuradas em forma de texto verbal. Pode resultar num texto para ser impresso (em jornais, revistas e sites) ou lido em voz alta (no r√°dio, na TV e no cinema). A edi√ß√£o √© a finaliza√ß√£o do material redigido em produto de comunica√ß√£o, hierarquizando e coordenando o conte√ļdo de informa√ß√Ķes na forma final em que ser√° apresentado. Muitas vezes, √© a edi√ß√£o que confere sentido geral √†s informa√ß√Ķes coletadas nas etapas anteriores. No jornalismo impresso (jornais e revistas), a edi√ß√£o consiste em revisar e cortar textos de acordo com o espa√ßo de impress√£o pr√©-definido. A diagrama√ß√£o √© a disposi√ß√£o gr√°fica do conte√ļdo e faz parte da edi√ß√£o de impressos. No radiojornalismo, editar significa cortar e justapor trechos sonoros junto a textos de locu√ß√£o, o que no telejornalismo ganha o adicional da edi√ß√£o de imagens em movimento.

Tags: √öltimas Not√≠cias, ITAU DE MINAS MG, Cidade, Interior, Segunda, Ter√ßa, Quarta, Quinta, Sexta, S√°bado, Domingo, Carro, Elei√ß√Ķes, Crime, Estrada, Rodovia, Acesso, Greve, Elei√ß√Ķes, Festa, Granizo, Chuva, Enchente,Anivers√°rio, Pr√™mio, M√™s, Fim de Semana, Hoje, Ontem, Anteontem, Hora, Pouco Tempo, Agora h√° Pouco, Mulher, Homem, Fam√≠lia, Crian√ßa, Portal,Pessoas, Como saber, Onde eu Acho, Site, Blog, Di√°rio,Protesto,Inaugura√ß√£o, Cassa√ß√£o, Cassado, Show, Apresenta√ß√£o, Espet√°culo, Fotos, V√≠deos, Imagens, Previs√£o, Caminh√£o, V√≠timas, Situa√ß√£o, Oposi√ß√£o, Elei√ß√Ķes, Enquete, Votos, Apura√ß√£o, Tr√Ęnsito, Opera√ß√£o, PF, Delegacia, Praia, Localidade, Animais, Ver Fotos.

Dormir pouco está relacionado a uma série de enfermidades. Saiba como resolver seus problemas com o travesseiro:

O sono √© essencial para a vida e √© a base de muitas fun√ß√Ķes fisiol√≥gicas e psicol√≥gicas do organismo, tais como a repara√ß√£o de tecidos, o crescimento, a consolida√ß√£o da mem√≥ria e a aprendizagem. Embora nem todos os adultos precisem do mesmo n√ļmero de horas de sono, os especialistas acreditam que menos de sete horas de sono por noite, numa base cont√≠nua, pode ter consequ√™ncias negativas para o corpo e para o c√©rebro.

A falta de uma boa qualidade do sono tem impacto nos condutores fisiológicos do balanço energético, nomeadamente no apetite, na fome e no gasto energético. Além disso, a privação do sono apresenta efeitos negativos na capacidade do corpo distribuir a glicose sanguínea e pode aumentar o risco de diabetes tipo II.

Obesidade

Obesidade

Um estudo realizado numa grande popula√ß√£o demonstrou uma rela√ß√£o significativa entre a habitual dura√ß√£o do sono curta e o aumento no √≠ndice de massa corporal (IMC). A reduzida dura√ß√£o do sono est√° associada a altera√ß√Ķes nos horm√īnios que controlam a fome; por exemplo, os n√≠veis de leptina (ac√ß√£o na redu√ß√£o do apetite) baixam, enquanto os n√≠veis de grelina (ac√ß√£o estimulante do apetite) aumentam. Estes efeitos observam-se quando a dura√ß√£o do sono √© inferior a 8 horas, sugerindo que a priva√ß√£o de sono √© um fator de risco para a obesidade. Num estudo realizado numa popula√ß√£o masculina saud√°vel, descobriu-se que uma m√©dia de 4 horas de sono est√° associada a um desejo significativo de alimentos cal√≥ricos, com um conte√ļdo mais elevado de hidratos de carbono (alimentos doces, salgados e ricos em hidratos de carbono complexos). Estes indiv√≠duos tamb√©m manifestaram ter mais fome.

√Č necess√°rio ter em considera√ß√£o tamb√©m que quanto menos horas se dorme, mais tempo se tem para comer e beber. Existem estudos que mostram que este √© um fator que contribui para os aspectos obesog√©nicos da redu√ß√£o do n√ļmero de horas de sono.

Estresse

Estresse

O horm√īnio cortisol, conhecido como o horm√īnio do stress, √© respons√°vel por manter o corpo em estado de alerta. Segundo a¬†pneumologista e especialista em doen√ßas do sono Heloisa Glass, quando ele est√° em n√≠veis normais, √© extremamente importante para o funcionamento do corpo. "Com o cortisol baixo, o corpo fica mais sens√≠vel √† dor e desenvolve um cansa√ßo acima do normal", explicou a especialista.

Problemas relacionados ao sono aumentam a produção de cortisol, o que mantém o corpo em constante estado de alerta, sem espaço para o descanso da noite. Isso faz com que o corpo não descanse a musculatura.

H√° ainda o horm√īnio conhecido como melatonina. Quando o dia acaba e o sol se p√Ķe, a aus√™ncia da luz naturalmente inibe a produ√ß√£o desse horm√īnio no corpo, o que √©, segundo Heloisa Glass, um "sinal para dormir". Os atuais h√°bitos noturnos, em especial da faixa et√°ria que vai dos 16 aos 38 anos, impedem o que deveria ser a a√ß√£o natural do corpo √† noite.

Depress√£o

Apneia

Dormir poucas horas por noite tamb√©m pode aumentar as chances de desenvolver depress√£o.¬†A¬†falta de sono¬†pode trazer problemas psicol√≥gicos, principalmente em adolescentes que ainda n√£o conseguem lidar com quest√Ķes emocionais. O tempo de sono suficiente para revitalizar uma pessoa pode variar, por√©m, o ideal s√£o oito horas de sono por noite.

Diabetes

Diabetes

A redu√ß√£o dos per√≠odos de sono est√° associada a uma redu√ß√£o da toler√Ęncia √† glicose. A toler√Ęncia √† glicose √© um termo que descreve a forma como o organismo controla a disponibilidade de glicose sangu√≠nea para os tecidos e c√©rebro. Em per√≠odos de jejum, o elevado n√≠vel de glicose e insulina no sangue indica que a distribui√ß√£o da glicose pelo organismo √© realizada de forma inadequada. H√° evid√™ncias que demonstram que a baixa toler√Ęncia √† glicose √© um fator de risco para a diabetes tipo II. Estudos sugerem que a restri√ß√£o do sono, a longo prazo (menos de 6,5 horas por noite), pode reduzir a toler√Ęncia √† glicose em 40%.

Hipertens√£o

Hipertens√£o

Quem dorme mal tem cinco vezes mais chance de desenvolver um quadro de pressão alta do que uma pessoa sem problemas para dormir. O causador é a mistura de cortisol, adrenalina e noradrenalina, que tem ação vasoconstritora, o que favorece não só a hipertensão, como as arritmias cardíacas.

√Č necess√°rio procurar um m√©dico quando estas interrup√ß√Ķes do sono prejudicam a rotina da fam√≠lia, n√£o deixando que um ou mais membros tenham uma noite tranquila de descanso, pois dormir √© essencial para a nossa sa√ļde.

Confira como garantir uma boa noite de sono

  [14]

Quem é de Minas tem de conhecer as belezas das Minas Gerais

Estar em Diamantina √© voltar no tempo. Declarada Patrim√īnio cultural da Humanidade pela Unesco, o Centro Hist√≥rico da cidade se desenvolveu por ser uma regi√£o muito rica em ouro e diamantes. Suas ruas e becos √≠ngremes d√£o um ar de romantismo a cidade, que ficou conhecida como a "cidade das serenatas".

Possui, entre os paralelep√≠pedos que decoram toda a cidade, um patrim√īnio arquitet√īnico bastante preservado. As festas religiosas - Festa do Divino e Nossa Senhora do Ros√°rio - tamb√©m s√£o atra√ß√Ķes bastante procuradas.

Atra√ß√Ķes, Artesanato, Gastronomia e Informa√ß√Ķes

Atra√ß√Ķes

Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos Igreja mais antiga de Diamantina, construída por escravos em 1731 para ser a sede da Irmandade dos Pretos. A fachada é em estilo rococó. Praça Dom Joaquim. Terça a sábado, 8h às 12h e 14h às 18h; domingo e feriados, 9h às 12h.

Igreja de São Francisco de Assis Em estilo rococó, com pinturas no forro e talhas adornadas a ouro, foi erguida entre 1766 e 1772. Rua São Francisco de Assis. (interior em reforma, sem previsão de abertura à visitação).

Passadi√ßo Casa da Gl√≥ria O passadi√ßo suspenso que liga os dois casar√Ķes, um de cada lado da rua, √© um dos cart√Ķes-postais da cidade. A passarela foi constru√≠da por volta de 1890 para que freiras e internas do col√©gio vicentino pudessem atravessar a rua protegidas dos olhares alheios. Hoje funciona no local o Instituto de Geologia Eschwege. Rua da Gl√≥ria, 298. Segunda a sexta, 9h √†s 12h e 13h √†s 18h.

Casa de Chica da Silva A imponência da casa mostra o poder alcançado pela ex-escrava que seduziu o homem mais rico da Diamantina colonial, o contratador de diamantes João Fernandes de Oliveira. As janelas têm treliças de madeira que, segundo a lenda, permitiam que Chica da Silva enxergasse a rua sem ser percebida. Praça Lobo de Mesquita, 266. Horário de Funcionamento: Terça a Sábado, das 12h às 17h30; Domingo, das 9h às 12h.

Museu da Mem√≥ria do P√£o de Santo Ant√īnio Instalado dentro do Asilo do P√£o de Santo Ant√īnio, √© um museu da imprensa, onde est√£o expostos antigos equipamentos gr√°ficos utilizados para a impress√£o do jornal da cidade, entre outros objetos.

Igreja Nossa Senhora do Carmo Conclu√≠da em 1765, √© a igreja mais rica da cidade, com talha ornada a ouro, pinturas no forro e um √≥rg√£o antigo. Teve sua constru√ß√£o financiada por Jo√£o Fernandes de Oliveira, o homem que vivia com a ex-escrava Chica da Silva. A torre fica nos fundos, n√£o na frente do templo, como era usual (diz o folclore local que tal mudan√ßa foi motivada por uma exig√™ncia de Chica da Silva, que n√£o queria ter seu sono perturbado pelo badalar dos sinos). Rua do Carmo, s/ n¬į. Ter√ßa a s√°bado, 8h √†s 12h e 14h √†s 18h; domingo, 8h √†s 12h.

Artesanato

Um dos produtos mais difundidos do artesanato de Diamantina s√£o os tapetes arraiolos, vendidos na Cooperativa Artesanal da cidade. J√≥ias e bonecos de palha tamb√©m se destacam. Na cidade podem ser encontradas, ainda, as famosas cer√Ęmicas do Vale do Jequitinhonha.  

Gastronomia

A gastronomia de Diamantina √© tipicamente mineira, com direito a forno √† lenha em alguns restaurantes da cidade. O destaque vai para o tutu de feij√£o, o frango com quiabo, o angu, o arroz e a couve mineira, e o feij√£o tropeiro. Como n√£o poderia deixar de faltar, cacha√ßa mineira tamb√©m entra no card√°pio, para os que apreciam degustar aguardente para abrir o apetite.  

Informa√ß√Ķes

Secretaria de Turismo
(38) 3531-9527
www.diamantina.mg.gov.br
Central de Turismo
(38) 3531-8060
(38) 3531-9532
Clima:
A cidade est√° situada a uma altitude de 1.280 m, na regi√£o do Alto Rio Jequitinhonha. Possui um clima ameno e esta√ß√Ķes bastante definidas.
Acessos:
Por via rodovi√°ria:
De Belo Horizonte: BRs 040, 135 e 259.
De S√£o Paulo: BRs 381, 040, 135 e 259.
Por via aérea:
A cidade tem um aeroporto regional, que recebe v√īos regulares a partir de Belo Horizonte √†s sextas- feiras e aos domingos.
Dist√Ęncias de Diamantina:
Belo Horizonte: 285 km
S√£o Paulo: 868 km
Melhores √Čpocas
As esta√ß√Ķes n√£o s√£o muito regulares no Vale dos Jequitinhonha, onde est√° localizada Diamantina. Os ver√Ķes s√£o mais chuvosos, notadamente Janeiro, portanto √© preciso verificar a previs√£o antes de acessar as estradas de terra. Por causa das chuvas freq√ľentes, as vesperatas n√£o acontecem entre Novembro e Fevereiro. O calor √© intenso nesta √©poca do ano. No inverno n√£o chega a fazer muito frio. O c√©u fica mais limpo e bonito, √≥timo para belas fotografias. Geralmente as noites s√£o bem agrad√°veis.

Com o objetivo de aumentar o acesso da população brasileira ao sistema de transporte aéreo brasileiro, foi criado o Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional (Pdar)

. A Medida Provisória 652 foi publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira (28) e vai atender aeroportos regionais de pequeno ou médio porte.

O programa deve elevar o n√ļmero de frequ√™ncias das rotas regionais operadas regularmente e aumentar o n√ļmero de cidades e rotas atendidas por transporte a√©reo regular de passageiros. A ideia √© facilitar o acesso a regi√Ķes com potencial tur√≠stico.

Segundo um estudo feito pelo Tribunal de Contas da Uni√£o (TCU) em 2012, o desenvolvimento da avia√ß√£o regional representa um importante fator para diminui√ß√£o das desigualdades no Brasil, j√° que contribui com a inclus√£o econ√īmica e social da popula√ß√£o atendida e ajuda na integra√ß√£o de localidades remotas por meio a√©reo.

A pesquisa apontou que um dos principais entraves da avia√ß√£o regional √© a dificuldade de diluir os custos entre o limitado n√ļmero de passageiros, especialmente em locais com menor renda. Nessas cidades, a divis√£o dos gastos deixa os pre√ßos das passagens muito mais caro.

A MP autoriza a Uni√£o a conceder subven√ß√£o econ√īmica nos servi√ßos oferecidos pelos aeroportos regionais, como o pagamento dos custos relativos √†s tarifas aeroportu√°rias e de navega√ß√£o a√©rea em aeroportos regionais. A uni√£o poder√° tamb√©m intervir no pagamento de parte dos custos de voos em rotas regionais e no pagamento dos custos correspondentes ao Adicional de Tarifa Aeroportu√°ria.

As empresas interessadas em aderir ao programa deverão assinar contrato com a União, que conterá as cláusulas mínimas previstas no regulamento. Para a habilitação ao programa, será exigida dos interessados documentação relativa à regularidade jurídica e fiscal.

O pagamento da subven√ß√£o econ√īmica ser√° efetuado mediante a utiliza√ß√£o de recursos do Fundo Nacional de Avia√ß√£o Civil, alocados nos or√ßamentos da Uni√£o, observada a dota√ß√£o or√ßament√°ria destinada a essa finalidade.

Regulamentação

A regulariza√ß√£o do programa ser√° de responsabilidade do Poder Executivo, especialmente em rela√ß√£o √†s condi√ß√Ķes gerais para concess√£o da subven√ß√£o e aos crit√©rios de aloca√ß√£o dos recursos disponibilizados. O executivo ficar√° respons√°vel ainda pelos crit√©rios complementares de distribui√ß√£o dos recursos e √†s condi√ß√Ķes operacionais para pagamento e controle da subven√ß√£o.

- See more at: http://www.noticiasdacidade.org/noticias/prefeito-Betim-MG#sthash.yCxrqsEo.dpuf [6]

Com o objetivo de aumentar o acesso da população brasileira ao sistema de transporte aéreo brasileiro, foi criado o Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional (Pdar)

. A Medida Provisória 652 foi publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira (28) e vai atender aeroportos regionais de pequeno ou médio porte.

O programa deve elevar o n√ļmero de frequ√™ncias das rotas regionais operadas regularmente e aumentar o n√ļmero de cidades e rotas atendidas por transporte a√©reo regular de passageiros. A ideia √© facilitar o acesso a regi√Ķes com potencial tur√≠stico.

Segundo um estudo feito pelo Tribunal de Contas da Uni√£o (TCU) em 2012, o desenvolvimento da avia√ß√£o regional representa um importante fator para diminui√ß√£o das desigualdades no Brasil, j√° que contribui com a inclus√£o econ√īmica e social da popula√ß√£o atendida e ajuda na integra√ß√£o de localidades remotas por meio a√©reo.

A pesquisa apontou que um dos principais entraves da avia√ß√£o regional √© a dificuldade de diluir os custos entre o limitado n√ļmero de passageiros, especialmente em locais com menor renda. Nessas cidades, a divis√£o dos gastos deixa os pre√ßos das passagens muito mais caro.

A MP autoriza a Uni√£o a conceder subven√ß√£o econ√īmica nos servi√ßos oferecidos pelos aeroportos regionais, como o pagamento dos custos relativos √†s tarifas aeroportu√°rias e de navega√ß√£o a√©rea em aeroportos regionais. A uni√£o poder√° tamb√©m intervir no pagamento de parte dos custos de voos em rotas regionais e no pagamento dos custos correspondentes ao Adicional de Tarifa Aeroportu√°ria.

As empresas interessadas em aderir ao programa deverão assinar contrato com a União, que conterá as cláusulas mínimas previstas no regulamento. Para a habilitação ao programa, será exigida dos interessados documentação relativa à regularidade jurídica e fiscal.

O pagamento da subven√ß√£o econ√īmica ser√° efetuado mediante a utiliza√ß√£o de recursos do Fundo Nacional de Avia√ß√£o Civil, alocados nos or√ßamentos da Uni√£o, observada a dota√ß√£o or√ßament√°ria destinada a essa finalidade.

Regulamentação

A regulariza√ß√£o do programa ser√° de responsabilidade do Poder Executivo, especialmente em rela√ß√£o √†s condi√ß√Ķes gerais para concess√£o da subven√ß√£o e aos crit√©rios de aloca√ß√£o dos recursos disponibilizados. O executivo ficar√° respons√°vel ainda pelos crit√©rios complementares de distribui√ß√£o dos recursos e √†s condi√ß√Ķes operacionais para pagamento e controle da subven√ß√£o.

- See more at: http://www.noticiasdacidade.org/noticias/prefeito-Betim-MG#sthash.yCxrqsEo.dpuf [6]



E o cadastramento escolar deste ano?

O cadastro escolar é realizado anualmente pela Secretaria de Estado de Educação (SEE), em conjunto com as prefeituras municipais. Devem se inscrever crianças com seis anos completos ou a completar até 30 de junho do ano em que vão começar a estudar, candidatos às vagas nos demais anos do ensino fundamental que estão se transferindo de outros Estados, municípios ou escolas particulares e, ainda, alunos que vão retomar seus estudos.

Em 2014, a inscrição para o Cadastro Escolar será realizada no período de 21/07/2014 a 25/07/2014, nas agências dos Correios em Belo Horizonte e nos Postos de Inscrição definidos pela Comissão Municipal de Cadastramento, nas cidades do interior. Os documentos necessários ao cadastramento estão listados abaixo. Os alunos já matriculados no ensino fundamental de escolas públicas não precisam se cadastrar.

Documentos necessários: Certidão de nascimento (original e cópia); Conta de luz recente (original e cópia); Comprovante de escolaridade, em caso de transferência para a rede pública ou retorno aos estudos. Valor: Gratuito


Já pensou em fazer carreira militar?

As Forças Armadas Brasileiras não são compostas apenas por militares originários do serviço militar obrigatório. É possível ingressar no Exército, Marinha ou Aeronáutica e seguir carreira nos níveis escolares fundamental, médio ou superior e em diversas áreas de atuação, como medicina, comunicação e engenharia, entre outras.

Cada uma das Forças Armadas possui peculiaridades no processo de seleção, porém, homens e mulheres têm a possibilidade de ingressar no serviço militar a partir da adolescência, mediante aprovação em concurso público, de âmbito nacional, em alguma das Escolas de Formação específicas de cada Força.

A situação do jovem que presta o serviço militar obrigatório, cumprindo o que determina a Lei do Serviço Militar, é diferente da situação do jovem que se inscreve para prestar concurso para uma das Escolas da Força. O primeiro, por força da lei, permanece em alguma das Forças Armadas por um período temporário de no máximo oito anos, diferentemente do jovem aprovado em concurso, que poderá seguir a carreira das Armas e permanecerá na Força até passar para a Reserva Remunerada (uma espécie de aposentadoria militar).



*noticiasdeminas.net - todos os direitos reservados.