BLOG DE NOTICIAS DE ITAOBIM

Notícias e Assuntos de Interesse da Cidade



No Serra Dourada, Atl√©tico-MG e Goi√°s duelam pela reafirma√ß√£o Atlético-MG deverá ter o retorno do centroavante Jô, questionado em 2014 pela escassez de gols - Bruno Cantini GOIÂNIA - O Atlético-MG não consegue engrenar no Campeonato Brasileiro, e a cada rodada vê o G-4 mais distante. Para manter vivo o sonho ...
Goi√°s x Atl√©tico-MG: Terra acompanha minuto a minuto O Atlético-MG não consegue engrenar no Campeonato Brasileiro, e a cada rodada vê o G-4 mais distante. Para manter vivo o sonho de ao menos chegar ao grupo dos quatro primeiros, o Galo precisa começar a vencer fora de casa. Uma boa oportunidade será ...

Últimas notícias de ITAOBIM MG:

ÔĽŅ Givanildo confia em recupera√ß√£o do Am√©rica-MG em campo e no STJD Horas depois de aceitar o convite para comandar o América-MG nesta sequência da Série B, Givanildo Oliveira mostrou nesta quarta-feira que seu otimismo quanto à reabilitaçã o do clube não restringe às quatro linhas. Questionado sobre iniciar sua ...
Am√©rica-MG acerta volta do t√©cnico Givanildo de Oliveira A derrota por 2 a 0 para o Bragantino, na noite de terça-feira, fez a diretoria do América-MG desistir de efetivar o interino Cláudio Prates. Após a saída de Moacir Júnior há quatro dias, o clube mineiro anunciou nesta quarta a contratação de ...

Em menos de um m√™s, Am√©rica-MG deixa lideran√ßa e mergulha no caos Dia 22 de agosto. O América-MG derrotava a Ponte Preta, por 3 a 0, na Arena Independência, alcançando a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro. Era a sétima vitória em sete jogos sem sofrer gols no estádio. O momento do Coelho na Segundona ...
Atl√©tico-MG poupa Tardelli, Luan e Leonardo Silva e ter√° a volta de J√ī 13.fev.2013 - Jô comemora após abrir o placar pelo Atlético-MG contra o São Paulo Marcus Desimoni/UOL Mais Atacante Jô participa de jogo-treino do Atlético-MG na Cidade do Galo (23/1/2013) Bruno Cantini/site oficial do Atlético-MG Mais Jô e Rosinei ...
Recurso do Am√©rica-MG tentar√° responsabilizar CBF por atleta irregular STJD tira 21 pontos por uso irregular de lateral e América-MG vira lanterna Punido pelo STJD e na lanterna da B, América pega Bragantino a quem ajudou Boa Esporte vence duelo mineiro, se aproxima do G-4 e complica América-MG Punido com a perda de 21 ...

Tempo e Temperatura:

Am√©rica-MG acerta volta do t√©cnico Givanildo de Oliveira A derrota por 2 a 0 para o Bragantino, na noite de terça-feira, fez a diretoria do América-MG desistir de efetivar o interino Cláudio Prates. Após a saída de Moacir Júnior há quatro dias, o clube mineiro anunciou nesta quarta a contratação de ...
Em menos de um m√™s, Am√©rica-MG deixa lideran√ßa e mergulha no caos Dia 22 de agosto. O América-MG derrotava a Ponte Preta, por 3 a 0, na Arena Independência, alcançando a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro. Era a sétima vitória em sete jogos sem sofrer gols no estádio. O momento do Coelho na Segundona ...
Am√©rica-MG perde pontos no STJD e passa a segurar lanterna da S√©rie B Em julgamento realizado na tarde desta segunda-feira, o América-MG foi considerado culpado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por escalar o lateral esquerdo Eduardo de forma irregular na Série B do Campeonato Brasileiro. O Coelho perdeu ...
Atl√©tico-MG e Gr√™mio ficam no 0 a 0 em Belo Horizonte Tricolor gaúcho poderia ter chegado ao 3.º lugar da competição, mas não conseguiu vencer os donos da casa no Independência Atlético-MG e Grêmio encerraram a 21ª rodada do Brasileirão com uma partida movimentada, mas que terminou sem gols no ...
No Serra Dourada, Atl√©tico-MG e Goi√°s duelam pela reafirma√ß√£o Atlético-MG deverá ter o retorno do centroavante Jô, questionado em 2014 pela escassez de gols - Bruno Cantini GOIÂNIA - O Atlético-MG não consegue engrenar no Campeonato Brasileiro, e a cada rodada vê o G-4 mais distante. Para manter vivo o sonho ...
Goi√°s x Atl√©tico-MG: Terra acompanha minuto a minuto O Atlético-MG não consegue engrenar no Campeonato Brasileiro, e a cada rodada vê o G-4 mais distante. Para manter vivo o sonho de ao menos chegar ao grupo dos quatro primeiros, o Galo precisa começar a vencer fora de casa. Uma boa oportunidade será ...
Givanildo confia em recupera√ß√£o do Am√©rica-MG em campo e no STJD Horas depois de aceitar o convite para comandar o América-MG nesta sequência da Série B, Givanildo Oliveira mostrou nesta quarta-feira que seu otimismo quanto à reabilitaçã o do clube não restringe às quatro linhas. Questionado sobre iniciar sua ...
Am√©rica-MG acerta volta do t√©cnico Givanildo de Oliveira A derrota por 2 a 0 para o Bragantino, na noite de terça-feira, fez a diretoria do América-MG desistir de efetivar o interino Cláudio Prates. Após a saída de Moacir Júnior há quatro dias, o clube mineiro anunciou nesta quarta a contratação de ...
Atl√©tico-MG e Gr√™mio empatam em 0 a 0 BELO HORIZONTE - No Estádio Independência, em Belo Horizonte, o Atlético-MG recebeu o Grêmio e a partida ficou no 0 a 0. Com este resultado, os mineiros perderam uma boa oportunidade de encostar no G-4, e com 31 pontos estão na oitava colocação.< /li>

ITAOBIM MG tspan:3m ITAOBIM MG
Selecionamos as principais not√≠cias da cidade de ITAOBIM MG. Os acontecimentos pol√≠ticos, acidentes de tr√Ęnsito nas rodovias, fatos do centro, dos bairros e do interior. Pesquisamos tamb√©m os jornais locais e as redes sociais, bem como o site da prefeitura.

O trabalho jornal√≠stico consiste em capta√ß√£o e tratamento escrito, oral, visual ou gr√°fico, da informa√ß√£o em qualquer uma de suas formas e variedades. O trabalho √© normalmente dividido em quatro etapas distintas, cada qual com suas fun√ß√Ķes e particularidades: pauta, apura√ß√£o, reda√ß√£o e edi√ß√£o.A pauta √© a sele√ß√£o dos assuntos que ser√£o abordados. √Č a etapa de escolha sobre quais ind√≠cios ou sugest√Ķes devem ser considerados para a publica√ß√£o final. A apura√ß√£o √© o processo de averiguar informa√ß√£o em estado bruto (dados, nomes, n√ļmeros etc.). A apura√ß√£o √© feita com documentos e pessoas que fornecem informa√ß√Ķes, chamadas de fontes. A intera√ß√£o de jornalistas com suas fontes envolve freq√ľentemente quest√Ķes de confidencialidade.A reda√ß√£o √© o tratamento das informa√ß√Ķes apuradas em forma de texto verbal. Pode resultar num texto para ser impresso (em jornais, revistas e sites) ou lido em voz alta (no r√°dio, na TV e no cinema). A edi√ß√£o √© a finaliza√ß√£o do material redigido em produto de comunica√ß√£o, hierarquizando e coordenando o conte√ļdo de informa√ß√Ķes na forma final em que ser√° apresentado. Muitas vezes, √© a edi√ß√£o que confere sentido geral √†s informa√ß√Ķes coletadas nas etapas anteriores. No jornalismo impresso (jornais e revistas), a edi√ß√£o consiste em revisar e cortar textos de acordo com o espa√ßo de impress√£o pr√©-definido. A diagrama√ß√£o √© a disposi√ß√£o gr√°fica do conte√ļdo e faz parte da edi√ß√£o de impressos. No radiojornalismo, editar significa cortar e justapor trechos sonoros junto a textos de locu√ß√£o, o que no telejornalismo ganha o adicional da edi√ß√£o de imagens em movimento.

Tags: √öltimas Not√≠cias, ITAOBIM MG, Cidade, Interior, Segunda, Ter√ßa, Quarta, Quinta, Sexta, S√°bado, Domingo, Carro, Elei√ß√Ķes, Crime, Estrada, Rodovia, Acesso, Greve, Elei√ß√Ķes, Festa, Granizo, Chuva, Enchente,Anivers√°rio, Pr√™mio, M√™s, Fim de Semana, Hoje, Ontem, Anteontem, Hora, Pouco Tempo, Agora h√° Pouco, Mulher, Homem, Fam√≠lia, Crian√ßa, Portal,Pessoas, Como saber, Onde eu Acho, Site, Blog, Di√°rio,Protesto,Inaugura√ß√£o, Cassa√ß√£o, Cassado, Show, Apresenta√ß√£o, Espet√°culo, Fotos, V√≠deos, Imagens, Previs√£o, Caminh√£o, V√≠timas, Situa√ß√£o, Oposi√ß√£o, Elei√ß√Ķes, Enquete, Votos, Apura√ß√£o, Tr√Ęnsito, Opera√ß√£o, PF, Delegacia, Praia, Localidade, Animais, Ver Fotos.

Como fazer para registrar um boletim de ocorrência em Minas?

1. O que é a Delegacia Virtual?

A Delegacia Virtual √© um servi√ßo de solicita√ß√£o de registros de ocorr√™ncia disponibilizado ao cidad√£o pela internet.  

2. Quais são os tipos de ocorrências cujo registro pode ser solicitado pela Delegacia Virtual?

Atualmente √© poss√≠vel solicitar o registro de ocorr√™ncia para a natureza de Acidente de Tr√Ęnsito Sem V√≠tima e Perda de Documentos e Objetos Pessoais. Em breve tamb√©m ser√£o disponibilizadas as seguintes naturezas: Pessoa Localizada, Pessoa Desaparecida e Danos.  

3. O que é preciso para solicitar um registro de ocorrência pela Delegacia Virtual?

Para solicitar um registro de ocorr√™ncia pela Delegacia Virtual √© preciso, no m√≠nimo, fornecer as seguintes comunica√ß√Ķes do solicitante: Nome Completo, Documento de Identidade, Passaporte ou RNE, Data De Nascimento, Escolaridade, Sexo, Estado Civil, Nacionalidade, Endere√ßo Completo, Telefone Celular e E-mail. Os demais dados solicitados v√£o depender do tipo da ocorr√™ncia.  

4. A solicitação de registro pela Delegacia Virtual tem o mesmo valor que o registro feito presencialmente em uma Unidade Policial?

Sim. A sua solicita√ß√£o ser√° analisada por uma equipe da Delegacia Virtual e, assim que for validada, torna-se um Boletim de Ocorr√™ncia e possui o mesmo valor que um registro realizado presencialmente em uma Unidade Policial.  

5. Por que é necessário comunicar o e-mail e telefone celular para solicitar um registro de ocorrência na Delegacia Virtual?

√Č necess√°rio fornecer um e-mail e telefone celular para confirmar a autoria do registro ap√≥s a valida√ß√£o de preenchimento das comunica√ß√Ķes da Solicita√ß√£o de Registro de Ocorr√™ncia, visando evitar fraudes.  

6. Como fazer uma solicitação de registro por meio da Delegacia Virtual?

A solicita√ß√£o de registro deve ser iniciada pela escolha do tipo da ocorr√™ncia na p√°gina inicial da Delegacia Virtual. Os procedimentos de registro de comunica√ß√Ķes pessoais e da ocorr√™ncia buscam ser de f√°cil compreens√£o. Ser√° disponibilizado ainda um manual andamento a andamento¬†clicando aqui.  

7. Em qual horário posso solicitar o registro de uma ocorrência na Delegacia Virtual?

A solicita√ß√£o pode ser realizada na Delegacia Virtual, pela internet, 24 horas por dia.  

8. A solicitação de registro de ocorrência pela Delegacia Virtual pode não ser validada?

Caso a equipe da Delegacia Virtual verifique que os dados comunicados n√£o conferem com as comunica√ß√Ķes cadastradas nos sistemas de comunica√ß√Ķes policiais ou se as comunica√ß√Ķes sobre a natureza da ocorr√™ncia solicitada n√£o forem compat√≠veis para atendimento na Delegacia Virtual, a solicita√ß√£o n√£o ser√° validada, portanto n√£o haver√° o registro da ocorr√™ncia. Nestas situa√ß√Ķes o Solicitante dever√° verificar as pend√™ncias para que o registro possa ser confirmado.  

9. Outras naturezas de registros tais como furto ou roubo, podem ser registradas na Delegacia Virtual?

N√£o. Estes registros dever√£o ser realizados junto √†s Unidades Policias Civil e Militar, indicadas no portal da Delegacia Virtual.  

10. √Č poss√≠vel fazer uma den√ļncia an√īnima no site da Delegacia Virtual?

N√£o. As den√ļncias an√īnimas dever√£o ser comunicadas atrav√©s do Disque Den√ļncia, pelo telefone 181. Se voc√™ tem conhecimento de algum crime que esteja sendo praticado e que ainda n√£o foi denunciado, fa√ßa a sua parte, denuncie.  

11. Menores de 18 anos podem solicitar um registro de ocorrência pela Delegacia Virtual?

N√£o. Para solicitar um registro de ocorr√™ncia, √© obrigat√≥rio que o solicitante seja maior de 18 anos de idade. Caso o fato tenha ocorrido com um menor de 18 anos, √© preciso que o respons√°vel legal fa√ßa o registro.  

12. √Č poss√≠vel um terceiro, parente, amigo ou interessado solicitar o registro de uma ocorr√™ncia via Delegacia Virtual?

N√£o. A Solicita√ß√£o de Ocorr√™ncia dever ser feita pelo pr√≥prio solicitante ou seu representante legal.  

13. Posso modificar a minha solicitação de registro criada na Delegacia Virtual após tê-la finalizado no sistema?

Sim, caso a solicita√ß√£o ainda n√£o tenha sido validada pela equipe da Delegacia Virtual, o solicitante poder√° alter√°-la. √Č poss√≠vel verificar a situa√ß√£o da solicita√ß√£o por meio da consulta do¬†link  

14. Ao finalizar a solicitação de registro, posso imprimir o Boletim de Ocorrência?

A impress√£o do Boletim Eletr√īnico de Ocorr√™ncia/REDS - Registro de Evento de Defesa Social somente poder√° ser realizada ap√≥s sua valida√ß√£o pela equipe da Delegacia Virtual, que comunicar√° o solicitante pelo e-mail comunicado no periodo de a solicita√ß√£o do registro. √Č poss√≠vel verificar a situa√ß√£o da solicita√ß√£o por meio da consulta do link (adicionar link).  

15. Em quanto tempo estar√° finalizado o meu Boletim Eletr√īnico de Ocorr√™ncia ou REDS - Registro de Evento de Defesa Social?

Assim que a solicita√ß√£o de registro de Boletim de Ocorr√™ncia for validada, ser√° enviado um e-mail comunicando sua disponibiliza√ß√£o.  

16. Em caso de não recebimento da validação da solicitação de registro da ocorrência via email, como devo proceder?

Primeiramente, verifique em seu email se a mensagem n√£o foi direcionada como lixo eletr√īnico ou "spam". Caso n√£o tenha sido, entre em contato com a equipe da Delegacia Virtual pela op√ß√£o¬†"Fale Conosco"¬†e relate o problema.  

17. Que tipo de acidente de tr√Ęnsito pode ser registrado na Delegacia Virtual?

Na Delegacia Virtual, somente √© poss√≠vel registrar acidentes de tr√Ęnsito sem v√≠timas. As demais ocorr√™ncias que envolverem v√≠timas, ainda que seja o pr√≥prio condutor, dever√£o ser realizadas em uma unidade da Pol√≠cia Civil ou da Pol√≠cia Militar.  

18. Não possuo ou perdi meu telefone celular. Para criar uma solicitação de registro na Delegacia Virtual, como proceder?

Voc√™ deve fornecer o celular, preferencialmente, de uma pessoa com quem conviva, ou de uma pessoa pr√≥xima que possa receber o SMS e comunicar o c√≥digo de verifica√ß√£o (token) recebido.  

19. Qual a diferença entre a Solicitação de Registro de Ocorrência e o Boletim de Ocorrência?

A Solicita√ß√£o de Registro de Ocorr√™ncia precede o Boletim de Ocorr√™ncia e ainda n√£o possui validade legal. Ap√≥s a an√°lise e valida√ß√£o pela equipe da Delegacia Virtual, a solicita√ß√£o se torna um Boletim de Ocorr√™ncia e passa a ter a mesma validade de um registro realizado em uma Unidade Policial.  

20. Recebi um e-mail de validação da minha Solicitação de Ocorrência, com a qual eu não concordo ou fui mal entendido. Como proceder?

Nesses casos, compare√ßa a uma Unidade Policial com o n√ļmero de protocolo da Solicita√ß√£o de Ocorr√™ncia em quest√£o.  

21. Fiz a Solicitação de ocorrência na Delegacia Virtual, mas também pretendo fazê-lo na Unidade Física. Isso é possível?

A Delegacia Virtual √© uma alternativa de solicita√ß√£o de registro, n√£o h√° necessidade de buscar uma Delegacia F√≠sica para o registro da ocorr√™ncia, pois esta ser√° disponibilizada via e-mail ao solicitante.  

22. Não quero abrir uma Solicitação de Ocorrência na Delegacia Virtual. Posso ir a uma Unidade Policial?

Sim. O Portal da Delegacia Virtual disponibiliza uma lista com as unidades policiais de cada localidade, caso o cidad√£o opte por fazer o relato presencial.  

23. Sou de outro estado ou de outro país. Posso abrir uma Solicitação de Ocorrência na Delegacia Virtual de Minas Gerais?

Sim, desde que o fato a ser registrado tenha acontecido no Estado de Minas Gerais e o solicitante tenha os dados necess√°rios para realizar a solicita√ß√£o.  

24. Desejo dar uma sugest√£o, fazer uma cr√≠tica ou retirar uma d√ļvida sobre a Delegacia Virtual, como proceder?

Entre em contato com a equipe da Delegacia Virtual pela op√ß√£o¬†"Fale Conosco"¬†e registre a d√ļvida, cr√≠tica ou sugest√£o.  

25. Perdi meu Protocolo de Solicitação de Ocorrência. Como consultá-la?

As Solicita√ß√Ķes de Ocorr√™ncia podem ser consultadas fornecendo as seguintes comunica√ß√Ķes: Data de Solicita√ß√£o, RG, CPF, Nome da M√£e e Telefone Celular. A mensagem √© reenviada ao e-mail cadastrado no Registro de Dados Pessoais e a Chave de Acesso √© gerada novamente.  

26. Recebi um e-mail da Delegacia Virtual e n√£o fiz nenhum registro. √Č v√≠rus?

Primeiramente, certifique-se que o e-mail recebido √© de fato da Delegacia Virtual (o √ļnico e-mail de contato que utilizamos √© o contato@delegaciavirtual.mg.gov.br). Se n√£o for este o caso, √© poss√≠vel que algu√©m tenha usado seu endere√ßo de e-mail para registro. Colabore e nos avise atrav√©s da op√ß√£o¬†"Fale Conosco".  

27. Quero registrar um Acidente de Tr√Ęnsito Sem V√≠tima com mais de um envolvido, por√©m n√£o tenho as comunica√ß√Ķes do outro condutor ou do outro ve√≠culo. Como proceder?

Caso o outro envolvido tenha evadido do local sem prestar esclarecimentos, nem prover comunica√ß√Ķes para o registro da ocorr√™ncia, √© necess√°rio que o registro seja efetuado presencialmente em uma Unidade Policial.  

28. Perdi meu animal de estimação. Posso registrá-lo como desaparecido?

N√£o. O registro disponibilizado na Delegacia Virtual √© apenas para Pessoas Desaparecidas.  
[18]


¬ďSe continuarmos no passo atual, caminhamos para nos colocar entre os tr√™s pa√≠ses do mundo que mais matam pessoas no tr√Ęnsito¬Ē

A Assembleia-Geral das Na√ß√Ķes Unidas editou, em mar√ßo de 2010, uma resolu√ß√£o definindo o per√≠odo de 2011 a 2020 como a ¬ďD√©cada de a√ß√Ķes para a seguran√ßa no tr√Ęnsito". O documento foi elaborado com base em estudo da Organiza√ß√£o Mundial da Sa√ļde (OMS) que contabilizou, em 2009, cerca de 1,3 milh√£o de mortes por acidente de tr√Ęnsito em 178 pa√≠ses. Aproximadamente 50 milh√Ķes de pessoas sobreviveram com sequelas.

S√£o 3 mil vidas perdidas por dia nas estradas e ruas ou a nona maior causa de mortes no mundo. Os acidentes de tr√Ęnsito s√£o o primeiro respons√°vel por mortes na faixa de 15 a 29 anos de idade, o segundo na faixa de 5 a 14 anos e o terceiro na faixa de 30 a 44 anos. Atualmente, esses acidentes j√° representam um custo de US$ 518 bilh√Ķes por ano, ou um percentual entre 1% e 3% do produto interno bruto de cada pa√≠s.

Se nada for feito, a OMS estima que 1,9 milh√£o de pessoas devem morrer no tr√Ęnsito em 2020 (passando para a quinta maior causa) e 2,4 milh√Ķes, em 2030. Nesse per√≠odo, entre 20 milh√Ķes e 50 milh√Ķes de pessoas sobreviver√£o aos acidentes a cada ano com traumatismos e ferimentos. A inten√ß√£o da ONU com a "D√©cada de a√ß√£o para a seguran√ßa no tr√Ęnsito" √© poupar, por meio de planos nacionais, regionais e mundial, 5 milh√Ķes de vidas at√© 2020.

O Brasil aparece em quinto lugar entre os pa√≠ses recordistas em mortes no tr√Ęnsito, precedido por √ćndia, China, EUA e R√ļssia e seguido por Ir√£, M√©xico, Indon√©sia, √Āfrica do Sul e Egito. Juntas, essas dez na√ß√Ķes s√£o respons√°veis por 62% das mortes por acidente no tr√Ęnsito.

O problema é mais grave nos países de média e baixa renda. A OMS estima que 90% das mortes acontecem em países em desenvolvimento, entre os quais se inclui o Brasil. Ao mesmo tempo, esse grupo possui menos da metade dos veículos do planeta (48%), o que demonstra que é muito mais arriscado dirigir um veículo — especialmente uma motocicleta — nesses lugares.

As previs√Ķes da OMS indicam que a situa√ß√£o se agravar√° mais justamente nesses pa√≠ses, por conta do aumento da frota, da falta de planejamento e do baixo investimento na seguran√ßa das vias p√ļblicas. ¬ďSe continuarmos no passo atual, caminhamos para nos colocar entre os tr√™s pa√≠ses do mundo que mais matam pessoas no tr√Ęnsito¬Ē, afirma o especialista de tr√Ęnsito Eduardo Biavati.

  

As vendas de produtos brasileiros ao exterior superaram as importa√ß√Ķes em US$ 1,57 bilh√£o em julho.

O saldo √© bem superior ao d√©ficit de d√©ficit de US$ 1,899 bilh√£o, registrado no mesmo per√≠odo do ano passado, e resulta de um total de US$ 23,025 bilh√Ķes em exporta√ß√Ķes e US$ 21,450 bilh√Ķes em importa√ß√Ķes.

As informa√ß√Ķes foram divulgadas nesta sexta-feira (1¬ļ), pelo Minist√©rio do Desenvolvimento, Ind√ļstria e Com√©rcio Exterior (Mdic). A m√©dia di√°ria de exporta√ß√Ķes, que corresponde ao volume vendido por dia √ļtil, ficou em US$ 1,001 bilh√£o, 10,7% maior que a registrada em julho de 2013. Ao mesmo tempo, a m√©dia di√°ria das importa√ß√Ķes, caiu a US$ 932,6 milh√Ķes, 5,5% inferior √† do ano passado, o que favoreceu o super√°vit.

Para o minist√©rio, o avan√ßo foi influenciado positivamente pelo crescimento das exporta√ß√Ķes de petr√≥leo bruto, que cresceram 276% em rela√ß√£o a igual m√™s do ano passado e somaram US$ 2,6 bilh√Ķes no m√™s, al√©m do registro de exporta√ß√£o de uma plataforma de petr√≥leo, no valor de US$ 866 milh√Ķes.

A exporta√ß√£o de produtos b√°sicos chegou a US$ 11,63 bilh√Ķes no m√™s passado, valor recorde para meses de julho. As vendas de manufaturados e os semimanufaturados somaram US$ 7,981 bilh√Ķes e US$ 2,834 bilh√Ķes, respectivamente.

Em rela√ß√£o a julho do ano passado, houve crescimento das exporta√ß√Ķes de produtos: semimanufaturados (+18%), b√°sicos (+16,5%) e manufaturados (+0,6%).

Com o saldo positivo de junho, o d√©ficit acumulado no ano pela balan√ßa comercial caiu de US$ 1,9 bilh√£o para US$ 916 milh√Ķes.

Produtos

Nos semimanufaturados, as vendas externas cresceram em raz√£o de ferro e a√ßo (148,2%), ferro fundido (45,7%), ferro-ligas (32%) e couros e peles (26,3%). No grupo dos b√°sicos, cresceram os valores arrecadados com exporta√ß√Ķes de petr√≥leo bruto (276%), caf√© em gr√£o (77,2%), carne bovina (23,2%), carne de frango (11,7%) e carne su√≠na (10,6%).

No caso dos produtos industrializados, as vendas foram sustentadas por tubos de ferro fundido (140,2%), plataforma para extração de petróleo (127,7%), óxidos e hidróxidos de alumínio (111,8%), motores e geradores elétricos (37,5%), polímeros plásticos (35,5%), hidrocarbonetos (23,9%) e pneumáticos (3,5%).

Nas aquisi√ß√Ķes do Brasil no exterior, contribu√≠ram para a queda nas exporta√ß√Ķes as compras de bens de capital (11,2%), bens de consumo (9,2%), combust√≠veis e lubrificantes (7,4%) e mat√©rias-primas e intermedi√°rios (0,5%).


Prazo para os lix√Ķes venceu. Governo obriga cidades a ter aterros sanit√°rios.

As cidades e munic√≠pios t√™m at√© o pr√≥ximo s√°bado (2), para acabar com os lix√Ķes e passar a armazenar os res√≠duos s√≥lidos em aterros sanit√°rios.¬†A Pol√≠tica Nacional de Res√≠duos S√≥lidos foi aprovada em 2010 e determina que todos os lix√Ķes do Pa√≠s dever√£o ser fechados.

Pela lei, o lixo terá que ser encaminhado para um aterro sanitário, forrado com manta impermeável, para evitar a contaminação do solo. O chorume deve ser tratado e o gás metano terá que ser queimado.

Quem n√£o cumprir a legisla√ß√£o estar√° submetido √†s puni√ß√Ķes previstas na Lei de Crimes Ambientais, que prev√™ multa de R$ 5 mil a R$ 50 milh√Ķes.¬†Mas mesmo faltando apenas um dia para o prazo final, at√© agora menos da metade dos munic√≠pios conta com destina√ß√£o adequada do lixo.¬†Dos 27 estados, apenas Maranh√£o, Rio de Janeiro e Pernambuco conclu√≠ram seus planos estaduais de res√≠duos s√≥lidos.

O Brasil tem atualmente 2.202 municípios que contam com destinação adequada dos resíduos sólidos, o que representa 39,5% das cidades do País. Por outro lado, 60% do volume de resíduos já está com destinação adequada.

Você sabia que toda bagagem que entra no Brasil deve ser declarada?

Na chegada ao País, todo viajante maior de 16 anos de idade é obrigado a apresentar sua própria declaração de bagagem acompanhada (DBA), devidamente assinada, para a devida tributação, se for o caso.

Porém, é permitida a entrada sem pagamentos de tributos em bagagem acompanhada de livros, folhetos e periódicos, bens de uso ou consumo pessoal do viajante, bens nacionais ou nacionalizados que estejam retornando ao país e outros bens adquiridos no exterior, observando o limite de valor global, de US$ 500,00 (quinhentos dólares dos Estados Unidos), e do limite quantitativo.

Conheça as regras:

Como procedo em relação a bens que comprei no exterior?

Na chegada ao Brasil, todo viajante maior de 16 anos de idade √© obrigado a apresentar sua pr√≥pria declara√ß√£o de bagagem acompanhada (DBA), devidamente assinada. Os formul√°rios s√£o fornecidos gratuitamente pelas empresas de transporte internacional de passageiros e nas reparti√ß√Ķes aduaneiras. As instru√ß√Ķes de preenchimento constam no pr√≥prio formul√°rio. Em caso de preenchimento incompleto ou inexato da DBA ou escolha indevida do canal ¬ďnada a declarar¬Ē, al√©m da cobran√ßa do imposto devido, ser√° aplicada multa de 50% sobre o valor excedente ao limite de isen√ß√£o, sem preju√≠zo de outras san√ß√Ķes, inclusive penais, quando for o caso.

O que eu posso trazer do exterior sem pagar tributos?

Em bagagem acompanhada, é permitida a entrada, sem pagamentos de tributos, de livros, folhetos e periódicos, bens de uso ou consumo pessoal do viajante, bens nacionais ou nacionalizados que, comprovadamente, estejam retornando ao país, e outros bens adquiridos no exterior, observando o limite de valor global e o limite quantitativo.

Quais s√£o os bens de consumo pessoal?

S√£o apenas os artigos de vestu√°rio, higiene e demais bens de car√°ter manifestamente pessoal, de natureza e em quantidade compat√≠veis com as circunst√Ęncias da viagem.

Exemplos: roupas, calçados, óculos, um relógio usado, uma máquina fotográfica usada, um telefone celular usado. Notebooks e filmadoras não são isentos.

Como eu posso comprovar que eu n√£o comprei um bem durante a viagem?

A comprova√ß√£o de que um bem n√£o foi adquirido durante a viagem pode ser feita utilizando qualquer meio id√īneo.

Exemplos: nota fiscal emitida por estabelecimento domiciliado no Brasil, apresentação de DBA, devidamente desembaraçada, contendo a descrição detalhada de bens adquiridos no exterior em outra viagem etc. A Receita Federal do Brasil não emite documentos para comprovação da saída ao exterior de bens constantes da bagagem do viajante.

Eu posso somar o meu limite de isenção tributária ao de outra pessoa que esteja comigo?

Não. O limite de isenção tributária é pessoal, intransferível e só pode ser utilizado uma vez a cada intervalo de um mês. Não é possível somar os limites de isenção de um casal, por exemplo, para trazer bens de valor superior ao limite individual, sem o pagamento de tributos.

Preciso declarar valores em dinheiro?

Na chegada ou saída do Brasil, o viajante que estiver portando valores em espécie (dinheiro) superiores a R$ 10.000,00 (dez mil reais) ou o equivalente em outra moeda deverá apresentar declaração de porte de valores (e-DPV), via internet, no site da Receita Federal. A fiscalização aduaneira verificará a exatidão da declaração e exigirá documentos específicos que comprovem a aquisição lícita dos valores.

E as compras que realizei no free shop?

Compras realizadas a bordo, em free shop, no exterior ou na saída do Brasil são consideradas bens adquiridos no exterior. Não são computadas no limite de isenção tributária de US$ 500,00 (quinhentos dólares dos Estados Unidos) compras no free shop de chegada ao Brasil.


Com o objetivo de aumentar o acesso da população brasileira ao sistema de transporte aéreo brasileiro, foi criado o Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional (Pdar)

. A Medida Provisória 652 foi publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira (28) e vai atender aeroportos regionais de pequeno ou médio porte.

O programa deve elevar o n√ļmero de frequ√™ncias das rotas regionais operadas regularmente e aumentar o n√ļmero de cidades e rotas atendidas por transporte a√©reo regular de passageiros. A ideia √© facilitar o acesso a regi√Ķes com potencial tur√≠stico.

Segundo um estudo feito pelo Tribunal de Contas da Uni√£o (TCU) em 2012, o desenvolvimento da avia√ß√£o regional representa um importante fator para diminui√ß√£o das desigualdades no Brasil, j√° que contribui com a inclus√£o econ√īmica e social da popula√ß√£o atendida e ajuda na integra√ß√£o de localidades remotas por meio a√©reo.

A pesquisa apontou que um dos principais entraves da avia√ß√£o regional √© a dificuldade de diluir os custos entre o limitado n√ļmero de passageiros, especialmente em locais com menor renda. Nessas cidades, a divis√£o dos gastos deixa os pre√ßos das passagens muito mais caro.

A MP autoriza a Uni√£o a conceder subven√ß√£o econ√īmica nos servi√ßos oferecidos pelos aeroportos regionais, como o pagamento dos custos relativos √†s tarifas aeroportu√°rias e de navega√ß√£o a√©rea em aeroportos regionais. A uni√£o poder√° tamb√©m intervir no pagamento de parte dos custos de voos em rotas regionais e no pagamento dos custos correspondentes ao Adicional de Tarifa Aeroportu√°ria.

As empresas interessadas em aderir ao programa deverão assinar contrato com a União, que conterá as cláusulas mínimas previstas no regulamento. Para a habilitação ao programa, será exigida dos interessados documentação relativa à regularidade jurídica e fiscal.

O pagamento da subven√ß√£o econ√īmica ser√° efetuado mediante a utiliza√ß√£o de recursos do Fundo Nacional de Avia√ß√£o Civil, alocados nos or√ßamentos da Uni√£o, observada a dota√ß√£o or√ßament√°ria destinada a essa finalidade.

Regulamentação

A regulariza√ß√£o do programa ser√° de responsabilidade do Poder Executivo, especialmente em rela√ß√£o √†s condi√ß√Ķes gerais para concess√£o da subven√ß√£o e aos crit√©rios de aloca√ß√£o dos recursos disponibilizados. O executivo ficar√° respons√°vel ainda pelos crit√©rios complementares de distribui√ß√£o dos recursos e √†s condi√ß√Ķes operacionais para pagamento e controle da subven√ß√£o.

[19]

A comida na mira do consumidor: Atenção aos preços e a qualidade

Mesmo ao tomar um refrigerante ou comer um sanduíche, o consumidor deve exigir seus direitos.

Por isso, a aten√ß√£o deve ser redobrada na hora de adquirir e consumir alimentos para evitar problemas, principalmente doen√ßas e intoxica√ß√Ķes alimentares.

Algumas precau√ß√Ķes iniciais s√£o: verificar as condi√ß√Ķes de higiene e limpeza dos estabelecimentos e dos atendentes.

Bares, lanchonetes e restaurantes devem afixar uma c√≥pia do card√°pio, com o pre√ßo dos servi√ßos e refei√ß√Ķes ofertados, em uma das portas de entrada do estabelecimento, como determina o C√≥digo de Defesa do Consumidor.

Na hora de pagar a conta, conferir o valor total dos itens consumidos e verificar se o ¬ďcouvert¬Ē art√≠stico est√° inclu√≠do.

Este s√≥ pode ser cobrado por estabelecimentos que tenham m√ļsica ao vivo ou apresenta√ß√Ķes art√≠sticas a cada quatro horas de funcionamento.

Os cuidados valem também na hora das compras de alimentos.

Aqui √© preciso observar, al√©m das condi√ß√Ķes de higiene, o armazenamento dos produtos nos pontos de venda e as condi√ß√Ķes em que ele se encontra.

  O alimento estragado ou deteriorado tem gosto e cheiro diferentes do normal.

O consumidor deve se habituar a ler as informa√ß√Ķes nas embalagens antes de fazer sua compra.

√Č nos r√≥tulos, que devem conter os dados em letras leg√≠veis, que est√£o dados como a data de fabrica√ß√£o, prazo de validade, composi√ß√£o, peso, carimbos de inspe√ß√£o, origem e fabricante/produtor, entre outros.

Estas informa√ß√Ķes devem constar em todos os tipos de alimentos: in natura, industrializados e congelados.

Produtos industrializados que apresentem embalagens estufadas, enferrujadas, amassadas, furadas, rasgadas, violadas ou com vazamento n√£o devem ser adquiridos.

Se o consumidor só notar o problema quando chegar em casa, deve retornar ao estabelecimento onde efetuou a compra a exigir a sua troca.

Quanto aos congelados, a exist√™ncia de uma n√©voa sobre eles indica a baixa temperatura do balc√£o e boa condi√ß√£o de refrigera√ß√£o, j√° o ac√ļmulo de √°gua ou umidade nos balc√Ķes frigor√≠ficos significa que a temperatura de conserva√ß√£o est√° incorreta.

  A aquisição destes produtos deve ser feita no final das compras.

Exigir a nota fiscal ou ticket de caixa, pois sem este documento n√£o h√° como trocar o produto ou abrir reclama√ß√Ķes junto aos √≥rg√£os de defesa do consumidor.

[10]

A servidora p√ļblica Maria Z√©lia Barbosa Garcia voltou a trabalhar 8 anos ap√≥s a aposentadoria

Volta ao mercado de trabalhadores aposentados √© um fen√īmeno recente no Brasil e est√° associado √†s melhorias nas condi√ß√Ķes de sa√ļde da popula√ß√£o.

J√° se foi o tempo em que pessoas com mais de 65 anos n√£o conseguiam uma coloca√ß√£o no mercado de trabalho. Segundo o Minist√©rio do Trabalho, os setores p√ļblico e privados contrataram 320 mil maiores de 65 anos em vagas formais em 2009 ¬Ė 7,08% ¬†mais do que no ano anterior.

Para a pesquisadora do Ipea (Instituto de Pesquisa Econ√īmica Aplicada), Ana Am√©lia Camarano, a volta de trabalhadores aposentados √© um fen√īmeno recente no Brasil e est√° fortemente associado √†s melhorias nas condi√ß√Ķes de sa√ļde da popula√ß√£o. ¬ďOs 70 anos de hoje equivalem aos 50 de d√©cadas atr√°s¬Ē, diz. Al√©m disso, dois motivos levam as pessoas de voltarem √† ativa: as de escolaridade mais baixa precisam complementar a renda e as escolarizadas est√£o sendo procuradas pelo mercado. ¬ďBasta observar que todos sempre procuram m√©dicos e advogados com mais experi√™ncia, a qual s√≥ √© alcan√ßada com a idade¬Ē, analisa Camarano.

Al√©m dos constantes recordes de gera√ß√£o de empregos, as empresas optam por esses profissionais quando a atividade exige mais lentid√£o, responsabilidade, disponibilidade e respeito ao hor√°rio. ¬ďAs pessoas est√£o chegando √† velhice com muita capacidade, o que faz com que elas n√£o queiram ficar em casa, e podem se dedicar muito mais do que um jovem, que tem sua aten√ß√£o dividida entre festas, estudos e outros empregos¬Ē, explica S√≠lvia Regina Mendes Pereira, presidente da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia.

Para os geriatras, o trabalho pode proporcionar longevidade, pois a rotina imposta ajuda a inserir o idoso na sociedade, cria c√≠rculos de amizades, estimula a mem√≥ria e a concentra√ß√£o. Mas os especialistas lembram que √© importante analisar se a atividade demanda grande esfor√ßo f√≠sico: carregar peso, ficar muito tempo em p√© ou se √© muito cansativa. ¬ďN√£o existe idade m√°xima para se trabalhar, existe a capacidade que a pessoa tem¬Ē, avalia S√≠lvia Regina.

O auditor aposentado D√≠lson Senna Souza, aos 82 anos, optou por trabalhar voluntariamente no sindicato de sua categoria. ¬ďQueria dar a minha contribui√ß√£o¬Ē, diz o diretor do Sindicato dos Auditores Fiscais do Trabalho do Estado da Bahia.
[8]

ITAOBIM MG tspan:3m ITAOBIM MG

E o cadastramento escolar deste ano?

O cadastro escolar é realizado anualmente pela Secretaria de Estado de Educação (SEE), em conjunto com as prefeituras municipais. Devem se inscrever crianças com seis anos completos ou a completar até 30 de junho do ano em que vão começar a estudar, candidatos às vagas nos demais anos do ensino fundamental que estão se transferindo de outros Estados, municípios ou escolas particulares e, ainda, alunos que vão retomar seus estudos.

Em 2014, a inscrição para o Cadastro Escolar será realizada no período de 21/07/2014 a 25/07/2014, nas agências dos Correios em Belo Horizonte e nos Postos de Inscrição definidos pela Comissão Municipal de Cadastramento, nas cidades do interior. Os documentos necessários ao cadastramento estão listados abaixo. Os alunos já matriculados no ensino fundamental de escolas públicas não precisam se cadastrar.

Documentos necessários: Certidão de nascimento (original e cópia); Conta de luz recente (original e cópia); Comprovante de escolaridade, em caso de transferência para a rede pública ou retorno aos estudos. Valor: Gratuito


Já pensou em fazer carreira militar?

As Forças Armadas Brasileiras não são compostas apenas por militares originários do serviço militar obrigatório. É possível ingressar no Exército, Marinha ou Aeronáutica e seguir carreira nos níveis escolares fundamental, médio ou superior e em diversas áreas de atuação, como medicina, comunicação e engenharia, entre outras.

Cada uma das Forças Armadas possui peculiaridades no processo de seleção, porém, homens e mulheres têm a possibilidade de ingressar no serviço militar a partir da adolescência, mediante aprovação em concurso público, de âmbito nacional, em alguma das Escolas de Formação específicas de cada Força.

A situação do jovem que presta o serviço militar obrigatório, cumprindo o que determina a Lei do Serviço Militar, é diferente da situação do jovem que se inscreve para prestar concurso para uma das Escolas da Força. O primeiro, por força da lei, permanece em alguma das Forças Armadas por um período temporário de no máximo oito anos, diferentemente do jovem aprovado em concurso, que poderá seguir a carreira das Armas e permanecerá na Força até passar para a Reserva Remunerada (uma espécie de aposentadoria militar).



*noticiasdeminas.net - todos os direitos reservados.