BLOG DE NOTICIAS DE DONA EUSEBIA

Notícias e Assuntos de Interesse da Cidade

Últimas notícias de DONA EUSEBIA MG:

Equipes da sede Coimbra brigam pelas duas vagas restantes na disputa


Atlético-MG tenta superar síndrome de 'Robin Hood' para chegar ao G-4



ÔĽŅ De virada, Am√©rica-MG vence o Atl√©tico-MG e leva a Ta√ßa BH de Futebol J√ļnior O América-MG é o campeão da 30ª edição da Taça BH de Futebol Júnior. De virada, o Coelho, comandado pelo ex-goleiro Milagres, derrotou o Atlético-MG, por 3 a 2, na noite deste sábado, na Arena Independência, levando a competição pela segunda ...
Jogadores do Am√©rica-MG festejam t√≠tulo da Ta√ßa BH de Futebol J√ļnior Os jogadores do América-MG comemoram muito o título da Taça BH de Futebol Júnior, conquistado sobre o Atlético-MG, após uma vitória de 3 a 2, de virada, na noite de sábado, no estádio Independência (veja os gols da partida no vídeo ao lado).

Consiga um emprego AGORA MESMO em DONA EUSEBIA MG:

Empregos Manager Online
Atl√©tico-MG tenta findar jejum de cinco partidas como visitante no Brasileir√£o O Atlético-MG disputou cinco partidas fora de seus domínios no Campeonato Brasileiro desde o último resultado positivo nestas condições. Neste domingo, às 16h, no Couto Pereira, pela 18ª rodada, os comandados de Levir Culpi podem encerrar o jejum ...

Am√©rica-MG empata com Sampaio Corr√™a e fica no G4 O América-MG conseguiu segurar a pressão do Sampaio Corrêa e terminar o primeiro turno no G4, a zona de acesso, da Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, pela 19.ª rodada, o time mineiro tomou duas bolas na trave e empatou sem gols, no ...
Atl√©tico-MG renova com Pierre e tenta acordo para manter Guilherme Além do trabalho constante para reforçar a equipe, o Atlético-MG tem se esforçado para não perder jogadores. A diretoria do clube acertou a renovação de contrato do volante Pierre, que agora vai até o fim de 2015. O vínculo anterior do atleta ...

Tempo e Temperatura:

Jogadores do Am√©rica-MG festejam t√≠tulo da Ta√ßa BH de Futebol J√ļnior Os jogadores do América-MG comemoram muito o título da Taça BH de Futebol Júnior, conquistado sobre o Atlético-MG, após uma vitória de 3 a 2, de virada, na noite de sábado, no estádio Independência (veja os gols da partida no vídeo ao lado).
Atl√©tico-MG tenta findar jejum de cinco partidas como visitante no Brasileir√£o O Atlético-MG disputou cinco partidas fora de seus domínios no Campeonato Brasileiro desde o último resultado positivo nestas condições. Neste domingo, às 16h, no Couto Pereira, pela 18ª rodada, os comandados de Levir Culpi podem encerrar o jejum ...
Am√©rica-MG empata com Sampaio Corr√™a e dorme l√≠der da S√©rie B Resultado na 19ª rodada leva clube aos 33 pontos, soma que pode ser superada por Vasco e Ceará, que ainda não jogaram O América-MG conseguiu segurar a pressão do Sampaio Corrêa e terminar o primeiro turno na liderança do G-4, a zona de acesso ...
Pol√≠cia Civil apreende maconha e coca√≠na ap√≥s opera√ß√£o em Ub√°, MG Mais de três quilos de maconha foram apreendidas nesta sexta-feira (29) em Ubá, pela equipe da Delegacia Especializada de Investigaçã o Antidrogas e Homicídios. A operação de combate ao tráfico aconteceu no Bairro Corte Grande após mais de um mês ...
Equipes da sede Coimbra brigam pelas duas vagas restantes na disputa Noite decisiva para a sede de Coimbra na Copa TV Integração de Futsal. Nesta quinta-feira, entram em quadra pela última rodada, Coimbra e Ervália, às 20h, e Dona Euzébia e Guarani, às 21h. Ervália é a única equipe já classificada para a ... ÔĽŅ
Atlético-MG tenta superar síndrome de 'Robin Hood' para chegar ao G-4 Levir Culpi vê potencial para Atlético-MG brigar pelo título brasileiro Atlético-MG encerra preparação em Curitiba com Marion e Pedro Botelho Impasse sobre tempo do novo contrato pode fazer Guilherme deixar Atlético Para voltar a vencer fora ...
De virada, Am√©rica-MG vence o Atl√©tico-MG e leva a Ta√ßa BH de Futebol J√ļnior O América-MG é o campeão da 30ª edição da Taça BH de Futebol Júnior. De virada, o Coelho, comandado pelo ex-goleiro Milagres, derrotou o Atlético-MG, por 3 a 2, na noite deste sábado, na Arena Independência, levando a competição pela segunda ...
Jogadores do Am√©rica-MG festejam t√≠tulo da Ta√ßa BH de Futebol J√ļnior Os jogadores do América-MG comemoram muito o título da Taça BH de Futebol Júnior, conquistado sobre o Atlético-MG, após uma vitória de 3 a 2, de virada, na noite de sábado, no estádio Independência (veja os gols da partida no vídeo ao lado).
300x250 Am√©rica-MG corre o risco de perder 21 pontos na S√©rie B Clube usou irregularmente o lateral Eduardo, que já atuou em outros dois times neste ano, e por isso, também pode defender um terceiro Caminhando a passos largos rumo ao retorno à elite do Campeonato Brasileiro, o América-MG poderá perder 21 pontos na ...
MG participa de congresso mineiro dos corretores O Clube de Seguros de Pessoas de Minas Gerais (CSP-MG) participou do 8º Congresso Estadual de Corretores de Seguros de Minas Gerais, realizado de 21 a 23 de agosto, no Tauá Resort, há 50 km de Belo Horizonte. Compareceram o presidente da entidade ...
300x250
DONA EUSEBIA MG tspan:3m DONA EUSEBIA MG
Selecionamos as principais not√≠cias da cidade de DONA EUSEBIA MG. Os acontecimentos pol√≠ticos, acidentes de tr√Ęnsito nas rodovias, fatos do centro, dos bairros e do interior. Pesquisamos tamb√©m os jornais locais e as redes sociais, bem como o site da prefeitura.

O trabalho jornal√≠stico consiste em capta√ß√£o e tratamento escrito, oral, visual ou gr√°fico, da informa√ß√£o em qualquer uma de suas formas e variedades. O trabalho √© normalmente dividido em quatro etapas distintas, cada qual com suas fun√ß√Ķes e particularidades: pauta, apura√ß√£o, reda√ß√£o e edi√ß√£o.A pauta √© a sele√ß√£o dos assuntos que ser√£o abordados. √Č a etapa de escolha sobre quais ind√≠cios ou sugest√Ķes devem ser considerados para a publica√ß√£o final. A apura√ß√£o √© o processo de averiguar informa√ß√£o em estado bruto (dados, nomes, n√ļmeros etc.). A apura√ß√£o √© feita com documentos e pessoas que fornecem informa√ß√Ķes, chamadas de fontes. A intera√ß√£o de jornalistas com suas fontes envolve freq√ľentemente quest√Ķes de confidencialidade.A reda√ß√£o √© o tratamento das informa√ß√Ķes apuradas em forma de texto verbal. Pode resultar num texto para ser impresso (em jornais, revistas e sites) ou lido em voz alta (no r√°dio, na TV e no cinema). A edi√ß√£o √© a finaliza√ß√£o do material redigido em produto de comunica√ß√£o, hierarquizando e coordenando o conte√ļdo de informa√ß√Ķes na forma final em que ser√° apresentado. Muitas vezes, √© a edi√ß√£o que confere sentido geral √†s informa√ß√Ķes coletadas nas etapas anteriores. No jornalismo impresso (jornais e revistas), a edi√ß√£o consiste em revisar e cortar textos de acordo com o espa√ßo de impress√£o pr√©-definido. A diagrama√ß√£o √© a disposi√ß√£o gr√°fica do conte√ļdo e faz parte da edi√ß√£o de impressos. No radiojornalismo, editar significa cortar e justapor trechos sonoros junto a textos de locu√ß√£o, o que no telejornalismo ganha o adicional da edi√ß√£o de imagens em movimento.

Tags: √öltimas Not√≠cias, DONA EUSEBIA MG, Cidade, Interior, Segunda, Ter√ßa, Quarta, Quinta, Sexta, S√°bado, Domingo, Carro, Elei√ß√Ķes, Crime, Estrada, Rodovia, Acesso, Greve, Elei√ß√Ķes, Festa, Granizo, Chuva, Enchente,Anivers√°rio, Pr√™mio, M√™s, Fim de Semana, Hoje, Ontem, Anteontem, Hora, Pouco Tempo, Agora h√° Pouco, Mulher, Homem, Fam√≠lia, Crian√ßa, Portal,Pessoas, Como saber, Onde eu Acho, Site, Blog, Di√°rio,Protesto,Inaugura√ß√£o, Cassa√ß√£o, Cassado, Show, Apresenta√ß√£o, Espet√°culo, Fotos, V√≠deos, Imagens, Previs√£o, Caminh√£o, V√≠timas, Situa√ß√£o, Oposi√ß√£o, Elei√ß√Ķes, Enquete, Votos, Apura√ß√£o, Tr√Ęnsito, Opera√ß√£o, PF, Delegacia, Praia, Localidade, Animais, Ver Fotos.

A servidora p√ļblica Maria Z√©lia Barbosa Garcia voltou a trabalhar 8 anos ap√≥s a aposentadoria

Volta ao mercado de trabalhadores aposentados √© um fen√īmeno recente no Brasil e est√° associado √†s melhorias nas condi√ß√Ķes de sa√ļde da popula√ß√£o.

J√° se foi o tempo em que pessoas com mais de 65 anos n√£o conseguiam uma coloca√ß√£o no mercado de trabalho. Segundo o Minist√©rio do Trabalho, os setores p√ļblico e privados contrataram 320 mil maiores de 65 anos em vagas formais em 2009 ¬Ė 7,08% ¬†mais do que no ano anterior.

Para a pesquisadora do Ipea (Instituto de Pesquisa Econ√īmica Aplicada), Ana Am√©lia Camarano, a volta de trabalhadores aposentados √© um fen√īmeno recente no Brasil e est√° fortemente associado √†s melhorias nas condi√ß√Ķes de sa√ļde da popula√ß√£o. ¬ďOs 70 anos de hoje equivalem aos 50 de d√©cadas atr√°s¬Ē, diz. Al√©m disso, dois motivos levam as pessoas de voltarem √† ativa: as de escolaridade mais baixa necessitam complementar a renda e as escolarizadas est√£o sendo buscadas pelo mercado. ¬ďBasta observar que todos sempre buscam m√©dicos e advogados com mais experi√™ncia, a qual s√≥ √© alcan√ßada com a idade¬Ē, analisa Camarano.

Al√©m dos constantes recordes de gera√ß√£o de empregos, as empresas optam por esses profissionais quando a atividade exige mais lentid√£o, responsabilidade, disponibilidade e respeito ao hor√°rio. ¬ďAs pessoas est√£o chegando √† velhice com muita capacidade, o que faz com que elas n√£o queiram ficar em casa, e podem se dedicar muito mais do que um jovem, que tem sua aten√ß√£o dividida entre festas, estudos e outros empregos¬Ē, explica S√≠lvia Regina Mendes Pereira, presidente da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia.

Para os geriatras, o trabalho pode proporcionar longevidade, pois a rotina imposta ajuda a inserir o idoso na sociedade, cria c√≠rculos de amizades, estimula a mem√≥ria e a concentra√ß√£o. Mas os especialistas lembram que √© relevante analisar se a atividade demanda grande esfor√ßo f√≠sico: carregar peso, ficar muito tempo em p√© ou se √© muito cansativa. ¬ďN√£o existe idade m√°xima para se trabalhar, existe a capacidade que a pessoa tem¬Ē, avalia S√≠lvia Regina.

O auditor aposentado D√≠lson Senna Souza, aos 82 anos, optou por trabalhar voluntariamente no sindicato de sua categoria. ¬ďQueria dar a minha contribui√ß√£o¬Ē, diz o diretor do Sindicato dos Auditores Fiscais do Trabalho do Estado da Bahia.
[8]


 Muitos consumidores não sabem exatamente quais direitos têm (e não têm) em relação à utilização das linhas, planos contratados e cobranças.

Reclamar da má qualidade dos serviços de telefonia móvel e fixa é algo comum para os brasileiros. No entanto, muitos consumidores não sabem exatamente quais direitos têm (e não têm) em relação à utilização das linhas, planos contratados e cobranças. Teste a seguir seus conhecimentos sobre direitos e deveres em telefonia.

Pontos alterados e esclarecidos
Entre as regras que passam a valer em julho, estão a garantia do cancelamento automático dos serviços, sem falar com atendentes, e a criação de uma validade mínima de 30 dias para créditos pré-pagos. Confira abaixo algumas das novidades:

Cancelamento autom√°tico - O consumidor poder√° cancelar servi√ßos de telefonia fixa e celular por meio da internet ou simplesmente digitando uma op√ß√£o no menu na central de atendimento telef√īnico da prestadora. Ou seja, sem precisar falar com uma atendente da operadora. Quando o cancelamento do servi√ßo for feito por mecanismo autom√°tico, ele passar√° a valer em dois dias √ļteis no m√°ximo. J√° o cancelamento feito com atendentes continua a valer imediatamente ap√≥s a solicita√ß√£o.

Fideliza√ß√£o na telefonia fixa - A fideliza√ß√£o na telefonia fixa, at√© ent√£o proibida pela Anatel, passa a ser permitida no novo Regulamento Geral de Direitos do Consumidor dos Servi√ßos de Telecomunica√ß√Ķes. Na telefonia m√≥vel, isso j√° era permitido. Sendo assim, as operadoras podem oferecer um contrato que obriga o consumidor a cumprir um per√≠odo m√≠nimo de uso, sob pena de multa caso ele cancele o plano antecipadamente. Mas, segundo o Procon-SP, esse tipo oferta s√≥ pode ocorrer se o consumidor tiver um benef√≠cio compat√≠vel √† exig√™ncia feita pela empresa. Por exemplo: o cliente ganha, no ato da contrata√ß√£o, um aparelho celular com pre√ßo proporcional ao valor integral da multa. O per√≠odo de fidelidade deve ser de, no m√°ximo, 12 meses. Uma exce√ß√£o ao pagamento da multa contratual ocorre quando a causa da quebra pelo consumidor √© a m√° presta√ß√£o do servi√ßo.

Cr√©ditos pr√©-pagos - A validade m√≠nima para cr√©ditos pr√©-pagos em celular passa a ser de 30 dias. Ou seja: as operadoras n√£o poder√£o mais vender recargas com validade de uma semana ou 15 dias. As empresas dever√£o ofertar validades maiores, como de 90 e 180 dias, e vend√™-los n√£o apenas em lojas pr√≥prias, como tamb√©m em pontos terceirizados e de recarga eletr√īnica, destaca o Procon. O atual regulamento da Anatel n√£o deixava claro se o consumidor tinha de ser avisado quando o valor dos cr√©ditos estava acabando ou quando a data de validade deles estava para expirar. Na nova regra, fica claro que o aviso tem de ser dado em rela√ß√£o √† data, n√£o ao valor.

Promo√ß√Ķes para clientes novos e antigos - As promo√ß√Ķes feitas pela operadora (fixo ou celular) valem igualmente para clientes novos e antigos, mas apenas para aqueles que moram na mesma regi√£o da oferta. Ou seja, a regra n√£o vale para uma promo√ß√£o feita em um Estado para um cliente de outro Estado. O Procon-SP alerta que √© preciso esperar a fiscaliza√ß√£o da Anatel para verificar como a regra ser√° empregada na pr√°tica. Se as operadoras estabelecerem condi√ß√Ķes limitadoras aos consumidores que desejam fazer a troca do plano atual pelo promocional, essa regra pode acabar virando letra morta. √Č preciso ver como a Anatel fiscalizar√° a quest√£o, afirma F√°tima Lemos, assessora t√©cnica do Procon-SP.

C√≥pia de grava√ß√Ķes - Desde dezembro de 2008, o consumidor j√° tinha o direito de solicitar c√≥pia de grava√ß√£o das liga√ß√Ķes dos √ļltimos tr√™s meses. Por√©m, esse prazo ser√° aumentado para seis meses com novo o regulamento.

Caiu, ligou de volta - A operadora terá de ligar de volta para o cliente se a ligação cair durante o atendimento.

Sumário da oferta - Embora o Código de Defesa do Consumidor já garanta ao cliente o direito básico à informação sobre a oferta das empresas, o novo regulamento da Anatel detalha como isso deve ocorrer. Além do acesso à integralidade da oferta, o cliente deve receber um sumário claro com destaque às cláusulas restritivas e limitadoras, no ato da contratação.

Cobran√ßa indevida ou antecipada ¬Ė O valor contestado deve ter sua cobran√ßa suspensa, e a nova cobran√ßa s√≥ pode ocorrer se a operadora justificar os motivos pelos quais julgou improcedente a reclama√ß√£o do cliente. Se o consumidor j√° pagou a conta indevida, fica estabelecido que a operadora deve devolver o valor em dobro, com juros e corre√ß√£o monet√°ria, caso n√£o der resposta em at√© 30 dias sobre o motivo da cobran√ßa errada. Por√©m, se a operadora constatar depois desse prazo de 30 dias que a contesta√ß√£o n√£o procede, pode cobrar do cliente os valores devolvidos, se justificar adequadamente o motivo. Pelas regras, o cliente poder√° contestar faturas emitidas, no m√°ximo, h√° tr√™s anos. O Procon lembra que o cliente pode, no entanto, ingressar na Justi√ßa para contestar valores al√©m dessa data, apoiado no C√≥digo de Defesa do Consumidor. No caso de planos com assinatura, a Anatel deu fim √† cobran√ßa antecipada. Antes, uma operadora cobrava no in√≠cio do m√™s por servi√ßos prestados at√© o final daquele per√≠odo. Se o cliente cancelasse o servi√ßo antes, tinha de esperar para receber de volta o que j√° havia pago. Agora, a cobran√ßa vir√° na pr√≥xima fatura e ser√° proporcional ao per√≠odo usado.

Pontos inalterados Continuam valendo garantias que j√° haviam sido estabelecidas em resolu√ß√Ķes anteriores da Anatel. As operadoras tamb√©m continuam sujeitas √†s leis do C√≥digo de Defesa do Consumidor.

Cobran√ßa de assinatura - Operadoras de telefonia fixa ou m√≥vel podem cobrar pela assinatura do servi√ßo, exceto no caso de planos pr√©-pagos. No futuro, essa cobran√ßa poder√° ser extinta caso a proposta do novo Marco Legal da Telefonia seja aprovado. O projeto, no entanto, ainda est√° em fase de estudos na C√Ęmara dos Deputados. Pagamento da conta mesmo sem receber boleto - Segundo Maria In√™s Dolci, coordenadora institucional da Proteste, associa√ß√£o de consumidores, n√£o receber a conta n√£o desobriga o consumidor do seu pagamento. H√° a op√ß√£o de ligar para a operadora pedindo a segunda via da cobran√ßa e √© poss√≠vel tamb√©m obter a informa√ß√£o pelo site da empresa. O Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) lembra que, tanto para linhas fixas ou m√≥veis, a entrega do documento de cobran√ßa deve ocorrer cinco dias √ļteis antes do vencimento. No caso de valores indevidos, o consumidor deve contestar a conta junto √† operadora antes do pagamento. Isso j√° suspende a cobran√ßa e os prazos de inadimpl√™ncia. Segundo Veridiana Alimonti, advogada do Idec, "se o valor contestado for apenas uma parte da conta, o consumidor deve receber nova fatura sem a parte contestada para realizar o pagamento dos valores com os quais concorda dentro do prazo". A Proteste lembra ainda que, nos casos de contas em d√©bito autom√°tico, o consumidor pode pleitear a devolu√ß√£o em dobro do que foi cobrado indevidamente. Em: http://www.procon.sc.gov.br/index.php/noticias/621-direitos-que-o-consumidor-tem-e-nao-tem-em-telefonia-fixa-e-celular[9]

Cuidados na hora de fazer compras pela internet

A par de todas as recomenda√ß√Ķes abaixo listadas, recomenda-se que o consumidor estabele√ßa um di√°logo pr√©vio com o fornecedor, de tal sorte que, na hip√≥tese de ocorrer algum problema (atraso na entrega, produtos com problema, cancelamento, devolu√ß√£o, pagamento, reembolso, etc) saiba efetivamente como e quais ser√£o os procedimentos a serem adotados.

Se o fornecedor sequer responder sua solicitação, atenção! Este é um alerta para sua não contratação.

Portanto, recomendamos os seguintes cuidados:

¬∑¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†Buscar informa√ß√Ķes sobre o site, verificando se h√° reclama√ß√Ķes no cadastro do Procon de seu Estado ou Munic√≠pio, e, ainda, coletando refer√™ncias com amigos ou fam√≠lia;

¬∑¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†Verificar qual o endere√ßo f√≠sico do fornecedor e se existe algum telefone ou e-mail para esclarecimento de eventuais d√ļvidas.

·         Verificar os procedimentos para reclamação, devolução do produto, prazo para entrega, etc;

·         Verificar as medidas que o site adota para garantir a privacidade e segurança dos usuários;

¬∑¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†N√£o fornecer informa√ß√Ķes pessoais desnecess√°rias para realiza√ß√£o da compra;

·         Guardar todos os dados da compra, como nome do site, itens adquiridos, valor pago e forma de pagamento, numero de protocolo da compra ou do pedido, etc;

¬∑¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†Guardar em meio eletr√īnico ou mesmo impresso a confirma√ß√£o do pedido, e-mails trocados com o fornecedor que comprove a compra e suas condi√ß√Ķes;

·         Verificar se há despesas com fretes e taxas adicionais, bem como o prazo de entrega da mercadoria ou execução do serviço;

¬∑¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†Identificar o endere√ßo f√≠sico da empresa e seus dados cadastrais, como CNPJ ¬Ė Cadastro Nacional de Pessoa Jur√≠dica. O consumidor pode checar os dados cadastrais da empresa acessando www.registro.br;

·         Exigir Nota Fiscal;

·         Imprimir o contrato firmado ou arquivar em meio digital seguro que permita uma futura impressão. 

[5]

Comer bem durante a gravidez vai influenciar durante toda a vida do bebê

Alimenta√ß√£o deve ser equilibrada durante a gravidezA alimenta√ß√£o equilibrada √© um h√°bito recomendado para toda a vida. Durante a gesta√ß√£o, a responsabilidade quanto √† alimenta√ß√£o aumenta, uma vez que implica diretamente no perfeito desenvolvimento do feto. As nutricionistas da Coordena√ß√£o T√©cnica de Nutri√ß√£o do Instituto Nacional de Sa√ļde da Mulher, da Crian√ßa e do Adolescente, Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz) Daniele Marano, Marcela Knibel e Roseli Costa, explicam como o consumo dos alimentos saud√°veis durante a gravidez influencia a sa√ļde dos beb√™s.

Qual a import√Ęncia de uma boa alimenta√ß√£o na gravidez?

A alimentação adequada ao longo do período gestacional exerce papel determinante sobre os desfechos relacionados à mãe e ao bebê. Contribui para prevenção de uma série de ocorrências negativas, assegura reservas biológicas necessárias ao parto e pós-parto, garante substrato para o período da lactação, como também favorece o ganho de peso adequado de acordo com o estado nutricional pré-gestacional. Ressalta-se que a inadequação do ganho de peso durante a gestação tem sido apontada como fator de risco tanto para a mãe quanto para a criança, contribuindo para a elevação da prevalência de uma série de problemas.

O que n√£o pode faltar no prato?

As refei√ß√Ķes devem contemplar todos os grupos alimentares existentes. A gestante dever√° ingerir vegetais (folhosos e legumes), frutas, carne bovina, frango, f√≠gado (uma vez por semana), ovos e peixes (sardinha, salm√£o, atum, pescada, cavalinha), leguminosas (feij√£o, gr√£o de bico, lentilha, ervilha), cereais (arroz integral, batata, milho, entre outros), azeites (de prefer√™ncia extra virgem), leite e derivados do leite (fora do hor√°rio do almo√ßo e jantar).

As carnes dever√£o ser assadas, grelhadas, ensopadas ou cozidas, evitando as frituras. Recomenda-se n√£o ingerir gordura vegetal hidrogenada, que pode comprometer o crescimento e o desenvolvimento fetal.

Como devem ser distribu√≠das as refei√ß√Ķes ao longo dos dias?

As refei√ß√Ķes devem ser distribu√≠das em seis vezes ao dia: desjejum, cola√ß√£o, almo√ßo, lanche, jantar e ceia. Os intervalos em m√©dia s√£o de tr√™s horas entre uma e outra refei√ß√£o.

Há uma estimativa de quantos quilos a mulher deve engordar durante a gestação?  

O ganho de peso na gesta√ß√£o deve ser suficiente para promover o desenvolvimento fetal completo e tamb√©m para armazenar nutrientes adequados no organismo materno para o aleitamento. Nenhuma mulher deve perder peso durante a gravidez, independente do seu √ćndice de Massa Corporal (IMC) antes de engravidar. O Institute of Medicine (IOM) recomenda as faixas de ganho de peso ideal durante a gesta√ß√£o.

No caso de gesta√ß√£o de feto √ļnico, o ganho de peso (Kg) recomendado √©:

- Gestantes com baixo peso pré-gestacional: 15,0kg (média); - Gestantes com peso adequado pré-gestacional (eutróficas): 12,5Kg (média); - Gestantes com sobrepeso pré-gestacional: 9,0Kg (média); - Gestantes com obesidade pré-gestacional: 7,0Kg (média).

No caso de gesta√ß√£o m√ļltipla (dois ou mais fetos), o ganho de peso tamb√©m depender√° do estado nutricional pr√©-gestacional, podendo variar de 11,0 Kg (obesidade pr√©-gestacional) a 27,9 Kg (baixo peso pr√©-gestacional).

A gestante dever√° ter acompanhamento nutricional no pr√©-natal, para avalia√ß√£o do estado nutricional, detec√ß√£o de poss√≠veis inadequa√ß√Ķes diet√©ticas, desmistifica√ß√£o de mitos e realiza√ß√£o da educa√ß√£o alimentar e nutricional. As consultas devem ser iniciadas, preferencialmente, no primeiro trimestre da gesta√ß√£o.

Algumas mulheres, especialmente com gêmeos, perdem bastante peso durante e após a gestação por causa dos filhos. Nesses casos, é recomendada a utilização de suplementos nutricionais?

Tanto em mulheres com gesta√ß√£o de feto √ļnico quanto nas gravidezes gemelares pode ocorrer diminui√ß√£o de peso devido √†s adapta√ß√Ķes hormonais. A a√ß√£o do estrog√™nio pode causar n√°useas, v√īmitos e anorexia, principalmente, no primeiro trimestre. A perda de peso ap√≥s o parto ocorre, geralmente, em maior intensidade nos primeiros tr√™s meses e naquelas que amamentam exclusivamente. Os suplementos nutricionais s√£o recomendados nas situa√ß√Ķes em que a demanda nutricional n√£o √© atendida por meio da dieta.


Conceitos de Educação Ambiental

   
"Entendem-se por educa√ß√£o ambiental os processos por meio dos quais o indiv√≠duo e a coletividade constroem valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e compet√™ncias voltadas para a conserva√ß√£o do meio ambiente, bem de uso comum do povo, essencial √† sadia qualidade de vida e sua sustentabilidade." Pol√≠tica Nacional de Educa√ß√£o Ambiental - Lei n¬ļ 9795/1999, Art 1¬ļ. ¬ďA Educa√ß√£o Ambiental √© uma dimens√£o da educa√ß√£o, √© atividade intencional da pr√°tica social, que deve imprimir ao desenvolvimento individual um car√°ter social em sua rela√ß√£o com a natureza e com os outros seres humanos, visando potencializar essa atividade humana com a finalidade de torn√°-la plena de pr√°tica social e de √©tica ambiental.¬Ē Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educa√ß√£o Ambiental, Art. 2¬į. ¬ďA educa√ß√£o ambiental √© a a√ß√£o educativa permanente pela qual a comunidade educativa tem a tomada de consci√™ncia de sua realidade global, do tipo de rela√ß√Ķes que os homens estabelecem entre si e com a natureza, dos problemas derivados de ditas rela√ß√Ķes e suas causas profundas. Ela desenvolve, mediante uma pr√°tica que vincula o educando com a comunidade, valores e atitudes que promovem um comportamento dirigido a transforma√ß√£o superadora dessa realidade, tanto em seus aspectos naturais como sociais, desenvolvendo no educando as habilidades e atitudes necess√°rias para dita transforma√ß√£o.¬Ē Confer√™ncia Sub-regional de Educa√ß√£o Ambiental para a Educa√ß√£o Secund√°ria ¬Ė Chosica/Peru (1976) ¬ďA educa√ß√£o ambiental √© um processo de reconhecimento de valores e clarifica√ß√Ķes de conceitos, objetivando o desenvolvimento das habilidades e modificando as atitudes em rela√ß√£o ao meio, para entender e apreciar as inter-rela√ß√Ķes entre os seres humanos, suas culturas e seus meios biof√≠sicos. A educa√ß√£o ambiental tamb√©m est√° relacionada com a pr√°tica das tomadas de decis√Ķes e a √©tica que conduzem para a melhora da qualidade de vida¬Ē Confer√™ncia Intergovernamental de Tbilisi (1977) ¬ďA Educa√ß√£o Ambiental deve proporcionar as condi√ß√Ķes para o desenvolvimento das capacidades necess√°rias; para que grupos sociais, em diferentes contextos socioambientais do pa√≠s, intervenham, de modo qualificado tanto na gest√£o do uso dos recursos ambientais quanto na concep√ß√£o e aplica√ß√£o de decis√Ķes que afetam a qualidade do ambiente, seja f√≠sico-natural ou constru√≠do, ou seja, educa√ß√£o ambiental como instrumento de participa√ß√£o e controle social na gest√£o ambiental p√ļblica.¬Ē QUINTAS, J. S., Salto para o Futuro, 2008 ¬ďA Educa√ß√£o Ambiental nasce como um processo educativo que conduz a um saber ambiental materializado nos valore s√©ticos e nas regras pol√≠ticas de conv√≠vio social e de mercado, que implica a quest√£o distributiva entre benef√≠cios e preju√≠zos da apropria√ß√£o e do uso da natureza. Ela deve, portanto, ser direcionada para a cidadania ativa considerando seu sentido de pertencimento e co-responsabilidade que, por meio da a√ß√£o coletiva e organizada, busca a compreens√£o e a supera√ß√£o das causas estruturais e conjunturais dos problemas ambientais.¬Ē¬† SORRENTINO et all, Educa√ß√£o ambiental como pol√≠tica p√ļblica, 2005 ¬ďA Educa√ß√£o Ambiental, apoiada em uma teoria cr√≠tica que exponha com vigor as contradi√ß√Ķes que est√£o na raiz do modo de produ√ß√£o capitalista, deve incentivar a participa√ß√£o social na forma de uma a√ß√£o pol√≠tica. Como tal, ela deve ser aberta ao di√°logo e ao embate, visando √† explicita√ß√£o das contradi√ß√Ķes te√≥rico-pr√°ticas subjacentes a projetos societ√°rios que est√£o permanentemente em disputa.¬Ē¬† TREIN, E., Salto para o Futuro, 2008 ¬ďA EA deve se configurar como uma luta pol√≠tica, compreendida em seu n√≠vel mais poderoso de transforma√ß√£o: aquela que se revela em uma disputa de posi√ß√Ķes e proposi√ß√Ķes sobre o destino das sociedades, dos territ√≥rios e das desterritorializa√ß√Ķes; que acredita que mais do que conhecimento t√©cnico-cient√≠fico, o saber popular igualmente consegue proporcionar caminhos de participa√ß√£o para a sustentabilidade atrav√©s da transi√ß√£o democr√°tica¬Ē.¬† SATO, M. et all, Insurg√™ncia do grupo-pesquisador na educa√ß√£o ambiental sociopoi√©tica, 2005 ¬ďUm processo educativo eminentemente pol√≠tico, que visa ao desenvolvimento nos educandos de uma consci√™ncia cr√≠tica acerca das institui√ß√Ķes, atores e fatores sociais geradores de riscos e respectivos conflitos socioambientais. Busca uma estrat√©gia pedag√≥gica do enfrentamento de tais conflitos a partir de meios coletivos de exerc√≠cio da cidadania, pautados na cria√ß√£o de demandas por pol√≠ticas p√ļblicas participativas conforme requer a gest√£o ambiental democr√°tica.¬Ē¬† LAYRARGUES; P.P. Crise ambiental e suas implica√ß√Ķes na educa√ß√£o, 2002. "Processo em que se busca despertar a preocupa√ß√£o individual e coletiva para a quest√£o ambiental, garantindo o acesso √† informa√ß√£o em linguagem adequada, contribuindo para o desenvolvimento de uma consci√™ncia cr√≠tica e estimulando o enfrentamento das quest√Ķes ambientais e sociais. Desenvolve-se num contexto de complexidade, procurando trabalhar n√£o apenas a mudan√ßa cultural, mas tamb√©m a transforma√ß√£o social, assumindo a crise ambiental como uma quest√£o √©tica e pol√≠tica." MOUSINHO, P. Gloss√°rio. In: Trigueiro, A. (Coord.) Meio ambiente no s√©culo 21.Rio de Janeiro: Sextante. 2003.
[0]

DONA EUSEBIA MG tspan:3m DONA EUSEBIA MG

E o cadastramento escolar deste ano?

O cadastro escolar é realizado anualmente pela Secretaria de Estado de Educação (SEE), em conjunto com as prefeituras municipais. Devem se inscrever crianças com seis anos completos ou a completar até 30 de junho do ano em que vão começar a estudar, candidatos às vagas nos demais anos do ensino fundamental que estão se transferindo de outros Estados, municípios ou escolas particulares e, ainda, alunos que vão retomar seus estudos.

Em 2014, a inscrição para o Cadastro Escolar será realizada no período de 21/07/2014 a 25/07/2014, nas agências dos Correios em Belo Horizonte e nos Postos de Inscrição definidos pela Comissão Municipal de Cadastramento, nas cidades do interior. Os documentos necessários ao cadastramento estão listados abaixo. Os alunos já matriculados no ensino fundamental de escolas públicas não precisam se cadastrar.

Documentos necessários: Certidão de nascimento (original e cópia); Conta de luz recente (original e cópia); Comprovante de escolaridade, em caso de transferência para a rede pública ou retorno aos estudos. Valor: Gratuito


Já pensou em fazer carreira militar?

As Forças Armadas Brasileiras não são compostas apenas por militares originários do serviço militar obrigatório. É possível ingressar no Exército, Marinha ou Aeronáutica e seguir carreira nos níveis escolares fundamental, médio ou superior e em diversas áreas de atuação, como medicina, comunicação e engenharia, entre outras.

Cada uma das Forças Armadas possui peculiaridades no processo de seleção, porém, homens e mulheres têm a possibilidade de ingressar no serviço militar a partir da adolescência, mediante aprovação em concurso público, de âmbito nacional, em alguma das Escolas de Formação específicas de cada Força.

A situação do jovem que presta o serviço militar obrigatório, cumprindo o que determina a Lei do Serviço Militar, é diferente da situação do jovem que se inscreve para prestar concurso para uma das Escolas da Força. O primeiro, por força da lei, permanece em alguma das Forças Armadas por um período temporário de no máximo oito anos, diferentemente do jovem aprovado em concurso, que poderá seguir a carreira das Armas e permanecerá na Força até passar para a Reserva Remunerada (uma espécie de aposentadoria militar).



*noticiasdeminas.net - todos os direitos reservados.