BLOG DE NOTICIAS DE DOM SILVERIO

Notícias e Assuntos de Interesse da Cidade

Últimas notícias de DOM SILVERIO MG:

Notícias de Agosto de 2009


Ex-judocas minas-tenistas e da Sele√ß√£o disputam Mundial da R√ļssia por L√≠bano e Portugal



ÔĽŅ Atlético-MG tenta superar síndrome de 'Robin Hood' para chegar ao G-4 Levir Culpi vê potencial para Atlético-MG brigar pelo título brasileiro Atlético-MG encerra preparação em Curitiba com Marion e Pedro Botelho Impasse sobre tempo do novo contrato pode fazer Guilherme deixar Atlético Para voltar a vencer fora ...
De virada, Am√©rica-MG vence o Atl√©tico-MG e leva a Ta√ßa BH de Futebol J√ļnior O América-MG é o campeão da 30ª edição da Taça BH de Futebol Júnior. De virada, o Coelho, comandado pelo ex-goleiro Milagres, derrotou o Atlético-MG, por 3 a 2, na noite deste sábado, na Arena Independência, levando a competição pela segunda ...

Consiga um emprego AGORA MESMO em DOM SILVERIO MG:

Empregos Manager Online
Jogadores do Am√©rica-MG festejam t√≠tulo da Ta√ßa BH de Futebol J√ļnior Os jogadores do América-MG comemoram muito o título da Taça BH de Futebol Júnior, conquistado sobre o Atlético-MG, após uma vitória de 3 a 2, de virada, na noite de sábado, no estádio Independência (veja os gols da partida no vídeo ao lado).

Atl√©tico-MG tenta findar jejum de cinco partidas como visitante no Brasileir√£o O Atlético-MG disputou cinco partidas fora de seus domínios no Campeonato Brasileiro desde o último resultado positivo nestas condições. Neste domingo, às 16h, no Couto Pereira, pela 18ª rodada, os comandados de Levir Culpi podem encerrar o jejum ...
Am√©rica-MG empata com Sampaio Corr√™a e fica no G4 O América-MG conseguiu segurar a pressão do Sampaio Corrêa e terminar o primeiro turno no G4, a zona de acesso, da Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, pela 19.ª rodada, o time mineiro tomou duas bolas na trave e empatou sem gols, no ...

Tempo e Temperatura:

De virada, Am√©rica-MG vence o Atl√©tico-MG e leva a Ta√ßa BH de Futebol J√ļnior O América-MG é o campeão da 30ª edição da Taça BH de Futebol Júnior. De virada, o Coelho, comandado pelo ex-goleiro Milagres, derrotou o Atlético-MG, por 3 a 2, na noite deste sábado, na Arena Independência, levando a competição pela segunda ...
Jogadores do Am√©rica-MG festejam t√≠tulo da Ta√ßa BH de Futebol J√ļnior Os jogadores do América-MG comemoram muito o título da Taça BH de Futebol Júnior, conquistado sobre o Atlético-MG, após uma vitória de 3 a 2, de virada, na noite de sábado, no estádio Independência (veja os gols da partida no vídeo ao lado).
Atl√©tico-MG renova com Pierre e tenta acordo para manter Guilherme Além do trabalho constante para reforçar a equipe, o Atlético-MG tem se esforçado para não perder jogadores. A diretoria do clube acertou a renovação de contrato do volante Pierre, que agora vai até o fim de 2015. O vínculo anterior do atleta ...
Am√©rica-MG empata com Sampaio Corr√™a e dorme l√≠der da S√©rie B Resultado na 19ª rodada leva clube aos 33 pontos, soma que pode ser superada por Vasco e Ceará, que ainda não jogaram O América-MG conseguiu segurar a pressão do Sampaio Corrêa e terminar o primeiro turno na liderança do G-4, a zona de acesso ...
Not√≠cias de Agosto de 2009 Gafieira Nacional no Ó do Borogodó todas as segundas-feiras Leia » 8/8 - por Fernando José Szegeri - 1 comentário (MG) GRUPO FIGA DE GUINÉ RECEBE EDUARDO GALLOTTI Leia » 9/8 - por Sérgio Moraleida Gomes - 1 comentário (RJ) Samba com Atitude recebe ...
Ex-judocas minas-tenistas e da Sele√ß√£o disputam Mundial da R√ļssia por L√≠bano e Portugal Disputou mais de uma edição do Campeonato Sul-Americano e uma edição do Grand Prix, disputado aqui em Belo Horizonte, no Marista Dom Silvério”. Depois disso, Nacif se transferiu para a Universidade Gama Filho, no Rio, retornando em seguida para o ... ÔĽŅ
Atlético-MG tenta superar síndrome de 'Robin Hood' para chegar ao G-4 Levir Culpi vê potencial para Atlético-MG brigar pelo título brasileiro Atlético-MG encerra preparação em Curitiba com Marion e Pedro Botelho Impasse sobre tempo do novo contrato pode fazer Guilherme deixar Atlético Para voltar a vencer fora ...
De virada, Am√©rica-MG vence o Atl√©tico-MG e leva a Ta√ßa BH de Futebol J√ļnior O América-MG é o campeão da 30ª edição da Taça BH de Futebol Júnior. De virada, o Coelho, comandado pelo ex-goleiro Milagres, derrotou o Atlético-MG, por 3 a 2, na noite deste sábado, na Arena Independência, levando a competição pela segunda ...
300x250 Pol√≠cia Civil apreende maconha e coca√≠na ap√≥s opera√ß√£o em Ub√°, MG Mais de três quilos de maconha foram apreendidas nesta sexta-feira (29) em Ubá, pela equipe da Delegacia Especializada de Investigaçã o Antidrogas e Homicídios. A operação de combate ao tráfico aconteceu no Bairro Corte Grande após mais de um mês ...
Am√©rica-MG corre o risco de perder 21 pontos na S√©rie B Clube usou irregularmente o lateral Eduardo, que já atuou em outros dois times neste ano, e por isso, também pode defender um terceiro Caminhando a passos largos rumo ao retorno à elite do Campeonato Brasileiro, o América-MG poderá perder 21 pontos na ...
MG participa de congresso mineiro dos corretores O Clube de Seguros de Pessoas de Minas Gerais (CSP-MG) participou do 8º Congresso Estadual de Corretores de Seguros de Minas Gerais, realizado de 21 a 23 de agosto, no Tauá Resort, há 50 km de Belo Horizonte. Compareceram o presidente da entidade ...
300x250
DOM SILVERIO MG tspan:3m DOM SILVERIO MG
Selecionamos as principais not√≠cias da cidade de DOM SILVERIO MG. Os acontecimentos pol√≠ticos, acidentes de tr√Ęnsito nas rodovias, fatos do centro, dos bairros e do interior. Pesquisamos tamb√©m os jornais locais e as redes sociais, bem como o site da prefeitura.

O trabalho jornal√≠stico consiste em capta√ß√£o e tratamento escrito, oral, visual ou gr√°fico, da informa√ß√£o em qualquer uma de suas formas e variedades. O trabalho √© normalmente dividido em quatro etapas distintas, cada qual com suas fun√ß√Ķes e particularidades: pauta, apura√ß√£o, reda√ß√£o e edi√ß√£o.A pauta √© a sele√ß√£o dos assuntos que ser√£o abordados. √Č a etapa de escolha sobre quais ind√≠cios ou sugest√Ķes devem ser considerados para a publica√ß√£o final. A apura√ß√£o √© o processo de averiguar informa√ß√£o em estado bruto (dados, nomes, n√ļmeros etc.). A apura√ß√£o √© feita com documentos e pessoas que fornecem informa√ß√Ķes, chamadas de fontes. A intera√ß√£o de jornalistas com suas fontes envolve freq√ľentemente quest√Ķes de confidencialidade.A reda√ß√£o √© o tratamento das informa√ß√Ķes apuradas em forma de texto verbal. Pode resultar num texto para ser impresso (em jornais, revistas e sites) ou lido em voz alta (no r√°dio, na TV e no cinema). A edi√ß√£o √© a finaliza√ß√£o do material redigido em produto de comunica√ß√£o, hierarquizando e coordenando o conte√ļdo de informa√ß√Ķes na forma final em que ser√° apresentado. Muitas vezes, √© a edi√ß√£o que confere sentido geral √†s informa√ß√Ķes coletadas nas etapas anteriores. No jornalismo impresso (jornais e revistas), a edi√ß√£o consiste em revisar e cortar textos de acordo com o espa√ßo de impress√£o pr√©-definido. A diagrama√ß√£o √© a disposi√ß√£o gr√°fica do conte√ļdo e faz parte da edi√ß√£o de impressos. No radiojornalismo, editar significa cortar e justapor trechos sonoros junto a textos de locu√ß√£o, o que no telejornalismo ganha o adicional da edi√ß√£o de imagens em movimento.

Tags: √öltimas Not√≠cias, DOM SILVERIO MG, Cidade, Interior, Segunda, Ter√ßa, Quarta, Quinta, Sexta, S√°bado, Domingo, Carro, Elei√ß√Ķes, Crime, Estrada, Rodovia, Acesso, Greve, Elei√ß√Ķes, Festa, Granizo, Chuva, Enchente,Anivers√°rio, Pr√™mio, M√™s, Fim de Semana, Hoje, Ontem, Anteontem, Hora, Pouco Tempo, Agora h√° Pouco, Mulher, Homem, Fam√≠lia, Crian√ßa, Portal,Pessoas, Como saber, Onde eu Acho, Site, Blog, Di√°rio,Protesto,Inaugura√ß√£o, Cassa√ß√£o, Cassado, Show, Apresenta√ß√£o, Espet√°culo, Fotos, V√≠deos, Imagens, Previs√£o, Caminh√£o, V√≠timas, Situa√ß√£o, Oposi√ß√£o, Elei√ß√Ķes, Enquete, Votos, Apura√ß√£o, Tr√Ęnsito, Opera√ß√£o, PF, Delegacia, Praia, Localidade, Animais, Ver Fotos.

Quem é de Minas tem de conhecer as belezas das Minas Gerais

Estar em Diamantina √© voltar no tempo. Declarada Patrim√īnio cultural da Humanidade pela Unesco, o Centro Hist√≥rico da localidade se desenvolveu por ser uma regi√£o muito rica em ouro e diamantes. Suas ruas e becos √≠ngremes d√£o um ar de romantismo a localidade, que ficou conhecida como a "cidade das serenatas".

Possui, entre os paralelep√≠pedos que decoram toda a localidade, um patrim√īnio arquitet√īnico bastante preservado. As festas religiosas - Festa do Divino e Nossa Senhora do Ros√°rio - tamb√©m s√£o atra√ß√Ķes bastante buscadas.

Atra√ß√Ķes, Artesanato, Gastronomia e Informa√ß√Ķes

Atra√ß√Ķes

Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos Igreja mais antiga de Diamantina, construída por escravos em 1731 para ser a sede da Irmandade dos Pretos. A fachada é em estilo rococó. Praça Dom Joaquim. Terça a sábado, 8h às 12h e 14h às 18h; domingo e feriados, 9h às 12h.

Igreja de São Francisco de Assis Em estilo rococó, com pinturas no forro e talhas adornadas a ouro, foi erguida entre 1766 e 1772. Rua São Francisco de Assis. (interior em reforma, sem previsão de abertura à visitação).

Passadi√ßo Casa da Gl√≥ria O passadi√ßo suspenso que liga os dois casar√Ķes, um de cada lado da rua, √© um dos cart√Ķes-postais da localidade. A passarela foi constru√≠da por volta de 1890 para que freiras e internas do col√©gio vicentino pudessem atravessar a rua protegidas dos olhares alheios. Hoje funciona no local o Instituto de Geologia Eschwege. Rua da Gl√≥ria, 298. Segunda a sexta, 9h √†s 12h e 13h √†s 18h.

Casa de Chica da Silva A imponência da casa mostra o poder alcançado pela ex-escrava que seduziu o homem mais rico da Diamantina colonial, o contratador de diamantes João Fernandes de Oliveira. As janelas têm treliças de madeira que, de acordo com a lenda, permitiam que Chica da Silva enxergasse a rua sem ser percebida. Praça Lobo de Mesquita, 266. Horário de Funcionamento: Terça a Sábado, das 12h às 17h30; Domingo, das 9h às 12h.

Museu da Mem√≥ria do P√£o de Santo Ant√īnio Instalado dentro do Asilo do P√£o de Santo Ant√īnio, √© um museu da imprensa, onde est√£o expostos velhos equipamentos gr√°ficos utilizados para a impress√£o do jornal da localidade, entre outros objetos.

Igreja Nossa Senhora do Carmo Conclu√≠da em 1765, √© a igreja mais rica da localidade, com talha ornada a ouro, pinturas no forro e um √≥rg√£o velho. Teve sua constru√ß√£o financiada por Jo√£o Fernandes de Oliveira, o homem que vivia com a ex-escrava Chica da Silva. A torre fica nos fundos, n√£o na frente do templo, como era usual (diz o folclore local que tal mudan√ßa foi motivada por uma exig√™ncia de Chica da Silva, que n√£o queria ter seu sono perturbado pelo badalar dos sinos). Rua do Carmo, s/ n¬į. Ter√ßa a s√°bado, 8h √†s 12h e 14h √†s 18h; domingo, 8h √†s 12h.

Artesanato

Um dos produtos mais difundidos do artesanato de Diamantina s√£o os tapetes arraiolos, vendidos na Cooperativa Artesanal da localidade. J√≥ias e bonecos de palha tamb√©m se destacam. Na localidade podem ser encontradas, ainda, as famosas cer√Ęmicas do Vale do Jequitinhonha.  

Gastronomia

A gastronomia de Diamantina √© tipicamente mineira, com direito a forno √† lenha em alguns restaurantes da localidade. O destaque vai para o tutu de feij√£o, o frango com quiabo, o angu, o arroz e a couve mineira, e o feij√£o tropeiro. Como n√£o poderia deixar de faltar, cacha√ßa mineira tamb√©m entra no card√°pio, para os que apreciam degustar aguardente para abrir o apetite.  

Informa√ß√Ķes

Secretaria de Turismo
(38) 3531-9527
www.diamantina.mg.gov.br
Central de Turismo
(38) 3531-8060
(38) 3531-9532
Clima:
A localidade est√° situada a uma altitude de 1.280 m, na regi√£o do Alto Rio Jequitinhonha. Possui um clima ameno e esta√ß√Ķes bastante definidas.
Acessos:
Por via rodovi√°ria:
De Belo Horizonte: BRs 040, 135 e 259.
De S√£o Paulo: BRs 381, 040, 135 e 259.
Por via aérea:
A localidade tem um aeroporto regional, que recebe v√īos regulares a partir de Belo Horizonte √†s sextas- feiras e aos domingos.
Dist√Ęncias de Diamantina:
Belo Horizonte: 285 km
S√£o Paulo: 868 km
Melhores √Čpocas
As esta√ß√Ķes n√£o s√£o muito regulares no Vale dos Jequitinhonha, onde est√° localizada Diamantina. Os ver√Ķes s√£o mais chuvosos, notadamente Janeiro, portanto √© preciso verificar a previs√£o antes de acessar as estradas de terra. Por causa das chuvas freq√ľentes, as vesperatas n√£o acontecem entre Novembro e Fevereiro. O calor √© intenso nesta √©poca do ano. No inverno n√£o chega a fazer muito frio. O c√©u fica mais limpo e bonito, √≥timo para belas fotografias. Geralmente as noites s√£o bem agrad√°veis.
[15]


A Central de Atendimento √† Mulher atingiu 532.711 registros no ano passado, totalizando quase 3,6 milh√Ķes de liga√ß√Ķes desde que o servi√ßo foi criado em 2005.

Dados e estatísticas sobre violência contra as mulheres

Gráfico Balanço 2013 Disque 180 relação entre vítima e agressor (SPM-PR)

O ¬†√öltimo Balan√ßo ¬†da Central de Atendimento √† Mulher ¬Ė Disque 180, servi√ßo¬†prestado pela Secretaria de Pol√≠ticas para as Mulheres da Presid√™ncia da Rep√ļblica (SPM-PR),¬†aponta que¬†os autores das agress√Ķes relatadas s√£o, em 81% dos casos, pessoas que t√™m ou tiveram v√≠nculo afetivo com as v√≠timas.

Foi constatada uma queda no total de liga√ß√Ķes em 2013, por falta de uma campanha massiva e esgotamento do sistema frente √† demanda. Do total de 106.860 encaminhamentos para a rede de atendimento, 62% foram direcionados ao sistema de seguran√ßa e justi√ßa.

O levantamento aponta que em 2013 subiu de 50% para 70% o percentual de munic√≠pios de origem das chamadas. Cresceu tamb√©m ¬Ėem 20%¬Ė a porcentagem de mulheres que denunciou a viol√™ncia logo no primeiro epis√≥dio.

Os registros indicam tamb√©m que a viol√™ncia f√≠sica representa 54% dos casos relatados e a psicol√≥gica, 30%. No ano, houve 620 den√ļncias de c√°rcere privado e 340 de tr√°fico de pessoas. Foram registradas ainda 1.151 den√ļncias de viol√™ncia sexual em 2013, o que corresponde √† m√©dia de tr√™s liga√ß√Ķes por dia sobre o tema.¬†Leia mais sobre o Balan√ßo 2013 do Disque 180.

Pesquisa apoiada pela¬†Campanha Compromisso e Atitude, em parceria com a¬†Secretaria de Pol√≠ticas para as Mulheres da Presid√™ncia da Rep√ļblica, revela¬†98% da popula√ß√£o brasileira j√° ouviu falar na Lei Maria da Penha e 70% consideram que a mulher sofre mais viol√™ncia dentro de casa do que em espa√ßos p√ļblicos no Brasil. Saiba mais:¬†Pesquisa Percep√ß√£o da Sociedade sobre Viol√™ncia e Assassinatos de Mulheres (Data Popular/Instituto Patr√≠cia Galv√£o, 2013)

[16]

Dormir pouco está relacionado a uma série de enfermidades. Saiba como resolver seus problemas com o travesseiro:

O sono √© essencial para a vida e √© a base de muitas fun√ß√Ķes fisiol√≥gicas e psicol√≥gicas do organismo, tais como a repara√ß√£o de tecidos, o crescimento, a consolida√ß√£o da mem√≥ria e a aprendizagem. Embora nem todos os adultos precisem do mesmo n√ļmero de horas de sono, os especialistas acreditam que menos de sete horas de sono por noite, numa base cont√≠nua, pode ter consequ√™ncias negativas para o corpo e para o c√©rebro.

A falta de uma boa qualidade do sono tem impacto nos condutores fisiológicos do balanço energético, nomeadamente no apetite, na fome e no gasto energético. Além disso, a privação do sono apresenta efeitos negativos na capacidade do corpo distribuir a glicose sanguínea e pode aumentar o risco de diabetes tipo II.

Obesidade

Obesidade

Um estudo realizado numa grande popula√ß√£o demonstrou uma rela√ß√£o significativa entre a habitual dura√ß√£o do sono curta e o aumento no √≠ndice de massa corporal (IMC). A reduzida dura√ß√£o do sono est√° associada a altera√ß√Ķes nos horm√īnios que controlam a fome; por exemplo, os n√≠veis de leptina (ac√ß√£o na redu√ß√£o do apetite) baixam, enquanto os n√≠veis de grelina (ac√ß√£o estimulante do apetite) aumentam. Estes efeitos observam-se quando a dura√ß√£o do sono √© inferior a 8 horas, sugerindo que a priva√ß√£o de sono √© um fator de risco para a obesidade. Num estudo realizado numa popula√ß√£o masculina saud√°vel, descobriu-se que uma m√©dia de 4 horas de sono est√° associada a um desejo significativo de alimentos cal√≥ricos, com um conte√ļdo mais elevado de hidratos de carbono (alimentos doces, salgados e ricos em hidratos de carbono complexos). Estes indiv√≠duos tamb√©m manifestaram ter mais fome.

√Č necess√°rio ter em considera√ß√£o tamb√©m que quanto menos horas se dorme, mais tempo se tem para comer e beber. Existem estudos que mostram que este √© um fator que contribui para os aspectos obesog√©nicos da redu√ß√£o do n√ļmero de horas de sono.

Estresse

Estresse

O horm√īnio cortisol, conhecido como o horm√īnio do stress, √© respons√°vel por manter o corpo em estado de alerta. Segundo a¬†pneumologista e especialista em doen√ßas do sono Heloisa Glass, quando ele est√° em n√≠veis normais, √© extremamente importante para o funcionamento do corpo. "Com o cortisol baixo, o corpo fica mais sens√≠vel √† dor e desenvolve um cansa√ßo acima do normal", explicou a especialista.

Problemas relacionados ao sono aumentam a produção de cortisol, o que mantém o corpo em constante estado de alerta, sem espaço para o descanso da noite. Isso faz com que o corpo não descanse a musculatura.

H√° ainda o horm√īnio conhecido como melatonina. Quando o dia acaba e o sol se p√Ķe, a aus√™ncia da luz naturalmente inibe a produ√ß√£o desse horm√īnio no corpo, o que √©, segundo Heloisa Glass, um "sinal para dormir". Os atuais h√°bitos noturnos, em especial da faixa et√°ria que vai dos 16 aos 38 anos, impedem o que deveria ser a a√ß√£o natural do corpo √† noite.

Depress√£o

Apneia

Dormir poucas horas por noite tamb√©m pode aumentar as chances de desenvolver depress√£o.¬†A¬†falta de sono¬†pode trazer problemas psicol√≥gicos, principalmente em adolescentes que ainda n√£o conseguem lidar com quest√Ķes emocionais. O tempo de sono suficiente para revitalizar uma pessoa pode variar, por√©m, o ideal s√£o oito horas de sono por noite.

Diabetes

Diabetes

A redu√ß√£o dos per√≠odos de sono est√° associada a uma redu√ß√£o da toler√Ęncia √† glicose. A toler√Ęncia √† glicose √© um termo que descreve a forma como o organismo controla a disponibilidade de glicose sangu√≠nea para os tecidos e c√©rebro. Em per√≠odos de jejum, o elevado n√≠vel de glicose e insulina no sangue indica que a distribui√ß√£o da glicose pelo organismo √© realizada de forma inadequada. H√° evid√™ncias que demonstram que a baixa toler√Ęncia √† glicose √© um fator de risco para a diabetes tipo II. Estudos sugerem que a restri√ß√£o do sono, a longo prazo (menos de 6,5 horas por noite), pode reduzir a toler√Ęncia √† glicose em 40%.

Hipertens√£o

Hipertens√£o

Quem dorme mal tem cinco vezes mais chance de desenvolver um quadro de pressão alta do que uma pessoa sem problemas para dormir. O causador é a mistura de cortisol, adrenalina e noradrenalina, que tem ação vasoconstritora, o que favorece não só a hipertensão, como as arritmias cardíacas.

√Č necess√°rio procurar um m√©dico quando estas interrup√ß√Ķes do sono prejudicam a rotina da fam√≠lia, n√£o deixando que um ou mais membros tenham uma noite tranquila de descanso, pois dormir √© essencial para a nossa sa√ļde.

Confira como garantir uma boa noite de sono

  [14]

Revise estes importantes conselhos de segurança para quem tem CRIANÇAS:

Crianças Para os Pais 1 - Nos passeios manter-se atento e não descuidar das crianças;

2 - Procurar conversar todos os dias com os filhos, observar a roupa que vestem e se apresentam comportamento diferente;

3 - Procurar conhecer todos os amigos do seu filho, onde moram e com quem moram;

4 - Acompanhá-los a escola, na ida e na volta, e avisar o responsável da escola quem ira retirar a criança;

5 - Colocar na crian√ßa bilhetes ou cart√Ķes de identifica√ß√£o com nome da crian√ßa e dos pais, endere√ßo e telefone;

orientar a crian√ßa quanto ao uso do cart√£o telef√īnico, bem como fazer chamadas a cobrar para pelo menos tr√™s n√ļmeros de parentes, e avis√°-los desta orienta√ß√£o;

6 - N√£o deixar as crian√ßas com pessoas desconhecidas, nem que seja por um breve per√≠odo de tempo, pois muitos casos de desaparecimento ocorrem nestas circunst√Ęncias;

7 - Fazer o mais cedo o possível a carteira de identidade no Instituto de Identificação do Paraná;

8 - Manter em local seguro, trancado e distante do alcance das crianças arma de fogo, facas, qualquer objeto ou produto que possa colocar a vida delas ou outras pessoas em risco;

9 - Orientar as crianças a não se afastar dos pais e fiscalizá-las constantemente;

10- Ensin√°-las a sempre que estiverem em dificuldade a procurar uma viatura policial, ou um policial fardado (PM ou Guarda Municipal), e pedir ajuda;

11- Evitar lugares com aglomeração de pessoas;

12- Perdendo a criança de vista, pedir imediatamente ajuda a populares para auxiliar nas buscas e avisar a polícia. Meu filho desapareceu, o que devo fazer? 1 - Em primeiro lugar, manter a calma;

2 - Caso esteja sozinho, peça auxílio para que acionem imediatamente a polícia. Não existe prazo para comunicar o desaparecimento, faça-o imediatamente;

3 - Manter algu√©m no local onde a crian√ßa foi vista pela √ļltima vez, pois ele poder√° retornar ao local;

4 - Deixar algu√©m no telefone indicado no cart√£o de identifica√ß√£o da crian√ßa, at√© para centralizar informa√ß√Ķes;

5 - Avisar amigos e parentes, o mais rápido possível, principalmente os de endereço conhecido da criança, para onde ela possa se dirigir;

6 - Percorrer os locais de preferência da criança;

7 - Ter sempre a mão foto da criança;

8 - Ter em mente a vestimenta da criança para descrevê-la, procurando vesti-la com roupas detalhadas, de fácil visualização e identificação (cores berrantes, desenhos, etc...). Motivos 1 - Castigos excessivos e exagerados, desproporcionais ao fato. Ex: a criança comete uma pequena falta e leva uma surra;

2 - Repress√£o excessiva, excesso de controle;

3 - Desleixo dos pais, a criança sente-se rejeitada e desprezada e foge para chamar a atenção;

4 - Muitas das fugas do lar têm por motivos o mau desempenho escolar, as responsabilidades domésticas que são atribuídas a elas e até mesmo pequenos ofícios, como venda de doces e salgados;

5- O espírito aventureiro também é um dos grandes responsáveis pela fuga de crianças. Nunca elogie demais seus filhos, afirmando que eles são bastante espertos, pois isto lhes proporciona uma falsa sensação de segurança e auto-afirmação;

6 - Fique atento à mudança de comportamento de seu filho, pois isto pode indicar que o mesmo poderá fugir de casa;

7 - Uma boa conversa com seu filho, pode livrar voc√™ de momentos de ang√ļstia e desespero. [12]

DOM SILVERIO MG tspan:3m DOM SILVERIO MG

E o cadastramento escolar deste ano?

O cadastro escolar é realizado anualmente pela Secretaria de Estado de Educação (SEE), em conjunto com as prefeituras municipais. Devem se inscrever crianças com seis anos completos ou a completar até 30 de junho do ano em que vão começar a estudar, candidatos às vagas nos demais anos do ensino fundamental que estão se transferindo de outros Estados, municípios ou escolas particulares e, ainda, alunos que vão retomar seus estudos.

Em 2014, a inscrição para o Cadastro Escolar será realizada no período de 21/07/2014 a 25/07/2014, nas agências dos Correios em Belo Horizonte e nos Postos de Inscrição definidos pela Comissão Municipal de Cadastramento, nas cidades do interior. Os documentos necessários ao cadastramento estão listados abaixo. Os alunos já matriculados no ensino fundamental de escolas públicas não precisam se cadastrar.

Documentos necessários: Certidão de nascimento (original e cópia); Conta de luz recente (original e cópia); Comprovante de escolaridade, em caso de transferência para a rede pública ou retorno aos estudos. Valor: Gratuito


Já pensou em fazer carreira militar?

As Forças Armadas Brasileiras não são compostas apenas por militares originários do serviço militar obrigatório. É possível ingressar no Exército, Marinha ou Aeronáutica e seguir carreira nos níveis escolares fundamental, médio ou superior e em diversas áreas de atuação, como medicina, comunicação e engenharia, entre outras.

Cada uma das Forças Armadas possui peculiaridades no processo de seleção, porém, homens e mulheres têm a possibilidade de ingressar no serviço militar a partir da adolescência, mediante aprovação em concurso público, de âmbito nacional, em alguma das Escolas de Formação específicas de cada Força.

A situação do jovem que presta o serviço militar obrigatório, cumprindo o que determina a Lei do Serviço Militar, é diferente da situação do jovem que se inscreve para prestar concurso para uma das Escolas da Força. O primeiro, por força da lei, permanece em alguma das Forças Armadas por um período temporário de no máximo oito anos, diferentemente do jovem aprovado em concurso, que poderá seguir a carreira das Armas e permanecerá na Força até passar para a Reserva Remunerada (uma espécie de aposentadoria militar).



*noticiasdeminas.net - todos os direitos reservados.