BLOG DE NOTICIAS DE COROACI

Notícias e Assuntos de Interesse da Cidade

Últimas notícias de COROACI MG:

Atlético-MG luta com lesionados; Maicosuel fora sem prazo


Pesquisa LANCE! Ibope: Atlético-MG e BMG é a parceria mais lembrada



ÔĽŅ Mem√≥ria ferrovi√°ria √© arquivada em documentos digitalizados em MG Uma coleção de mais de 90 livros de contratos da antiga Estrada de Ferro Central do Brasil foi restaurada e digitalizada em Juiz de Fora. A maioria dos materiais é anterior à lei de criação dos cartórios no país, ou seja, os manuscritos são os ...
Sob muita chuva, Coritiba e Atl√©tico-MG ficam no zero Com o gramado encharcado no Estádio Couto Pereira, Coritiba e Atlético-MG ficaram no 0 a 0, neste domingo, em jogo válido pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O confronto foi marcado pelo equilíbrio e os dois times tiveram chances de marcar, com ...

Consiga um emprego AGORA MESMO em COROACI MG:

Empregos Manager Online
Coritiba e Atl√©tico-MG param na trave e empatam no PR O torcedor do Coritiba que resolveu sair de casa neste domingo chuvoso para assistir ao jogo contra o Atlético-MG presenciou uma partida de muita entrega e vontade dos dois lados, mas sem gols. Os ataques não funcionaram e os setores de meio-campo de ...

Levir aprova atuação do Atlético-MG em jogo 'parecendo Libertadores' Maicosuel e Josué farão exame e podem aumentar desfalques do Atlético-MG Leonardo Silva vê falta de paciência para Atlético-MG voltar a vencer fora Victor celebra atuação decisiva, mas diz que '0 a 0 não condiz com o jogo' Apesar de seguir sem ...
Jogadores do Am√©rica-MG festejam t√≠tulo da Ta√ßa BH de Futebol J√ļnior Os jogadores do América-MG comemoram muito o título da Taça BH de Futebol Júnior, conquistado sobre o Atlético-MG, após uma vitória de 3 a 2, de virada, na noite de sábado, no estádio Independência (veja os gols da partida no vídeo ao lado).

Tempo e Temperatura:

Sob muita chuva, Coritiba e Atl√©tico-MG ficam no zero Com o gramado encharcado no Estádio Couto Pereira, Coritiba e Atlético-MG ficaram no 0 a 0, neste domingo, em jogo válido pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O confronto foi marcado pelo equilíbrio e os dois times tiveram chances de marcar, com ...
Coritiba e Atl√©tico-MG param na trave e empatam no PR O torcedor do Coritiba que resolveu sair de casa neste domingo chuvoso para assistir ao jogo contra o Atlético-MG presenciou uma partida de muita entrega e vontade dos dois lados, mas sem gols. Os ataques não funcionaram e os setores de meio-campo de ...
Am√©rica-MG vira sobre Atl√©tico-MG e conquista o segundo t√≠tulo da Ta√ßa BH O América-MG é o dono do Independência. Pelo menos, na decisão da Taça BH de Futebol Júnior, o Coelho fez valer o melhor futebol e sacramentou a condição de proprietário e mandante no estádio. O placar de 3 a 2 (veja os gols no vídeo ao lado ...
Am√©rica-MG empata com Sampaio Corr√™a e fica no G4 O América-MG conseguiu segurar a pressão do Sampaio Corrêa e terminar o primeiro turno no G4, a zona de acesso, da Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, pela 19.ª rodada, o time mineiro tomou duas bolas na trave e empatou sem gols, no ...
Atl√©tico-MG luta com lesionados; Maicosuel fora sem prazo O técnico do Atlético-MG, Levir Culpi, terá muitos problemas para armar sua equipe nos próximos jogos: contra Palmeiras, nesta quinta-feira, pela Copa do Brasil, e Botafogo, pelo Campeonato Brasileiro, vários atletas estão entregues ao departamento ...
Pesquisa LANCE! Ibope: Atl√©tico-MG e BMG √© a parceria mais lembrada Contratos curtos e sem um projeto de construção de marca, uniformes poluídos pela exposição excessiva de logomarcas ou até mesmo camisas sem patrocínios. São vários os motivos que fazem mais da metade dos torcedores não lembrar uma única marca ...
Mem√≥ria ferrovi√°ria √© arquivada em documentos digitalizados em MG Uma coleção de mais de 90 livros de contratos da antiga Estrada de Ferro Central do Brasil foi restaurada e digitalizada em Juiz de Fora. A maioria dos materiais é anterior à lei de criação dos cartórios no país, ou seja, os manuscritos são os ...
Sob muita chuva, Coritiba e Atl√©tico-MG ficam no zero Com o gramado encharcado no Estádio Couto Pereira, Coritiba e Atlético-MG ficaram no 0 a 0, neste domingo, em jogo válido pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O confronto foi marcado pelo equilíbrio e os dois times tiveram chances de marcar, com ...
300x250 Am√©rica-MG empata com Sampaio Corr√™a e dorme l√≠der da S√©rie B Resultado na 19ª rodada leva clube aos 33 pontos, soma que pode ser superada por Vasco e Ceará, que ainda não jogaram O América-MG conseguiu segurar a pressão do Sampaio Corrêa e terminar o primeiro turno na liderança do G-4, a zona de acesso ...
300x250
COROACI MG tspan:3m COROACI MG
Selecionamos as principais not√≠cias da cidade de COROACI MG. Os acontecimentos pol√≠ticos, acidentes de tr√Ęnsito nas rodovias, fatos do centro, dos bairros e do interior. Pesquisamos tamb√©m os jornais locais e as redes sociais, bem como o site da prefeitura.

O trabalho jornal√≠stico consiste em capta√ß√£o e tratamento escrito, oral, visual ou gr√°fico, da informa√ß√£o em qualquer uma de suas formas e variedades. O trabalho √© normalmente dividido em quatro etapas distintas, cada qual com suas fun√ß√Ķes e particularidades: pauta, apura√ß√£o, reda√ß√£o e edi√ß√£o.A pauta √© a sele√ß√£o dos assuntos que ser√£o abordados. √Č a etapa de escolha sobre quais ind√≠cios ou sugest√Ķes devem ser considerados para a publica√ß√£o final. A apura√ß√£o √© o processo de averiguar informa√ß√£o em estado bruto (dados, nomes, n√ļmeros etc.). A apura√ß√£o √© feita com documentos e pessoas que fornecem informa√ß√Ķes, chamadas de fontes. A intera√ß√£o de jornalistas com suas fontes envolve freq√ľentemente quest√Ķes de confidencialidade.A reda√ß√£o √© o tratamento das informa√ß√Ķes apuradas em forma de texto verbal. Pode resultar num texto para ser impresso (em jornais, revistas e sites) ou lido em voz alta (no r√°dio, na TV e no cinema). A edi√ß√£o √© a finaliza√ß√£o do material redigido em produto de comunica√ß√£o, hierarquizando e coordenando o conte√ļdo de informa√ß√Ķes na forma final em que ser√° apresentado. Muitas vezes, √© a edi√ß√£o que confere sentido geral √†s informa√ß√Ķes coletadas nas etapas anteriores. No jornalismo impresso (jornais e revistas), a edi√ß√£o consiste em revisar e cortar textos de acordo com o espa√ßo de impress√£o pr√©-definido. A diagrama√ß√£o √© a disposi√ß√£o gr√°fica do conte√ļdo e faz parte da edi√ß√£o de impressos. No radiojornalismo, editar significa cortar e justapor trechos sonoros junto a textos de locu√ß√£o, o que no telejornalismo ganha o adicional da edi√ß√£o de imagens em movimento.

Tags: √öltimas Not√≠cias, COROACI MG, Cidade, Interior, Segunda, Ter√ßa, Quarta, Quinta, Sexta, S√°bado, Domingo, Carro, Elei√ß√Ķes, Crime, Estrada, Rodovia, Acesso, Greve, Elei√ß√Ķes, Festa, Granizo, Chuva, Enchente,Anivers√°rio, Pr√™mio, M√™s, Fim de Semana, Hoje, Ontem, Anteontem, Hora, Pouco Tempo, Agora h√° Pouco, Mulher, Homem, Fam√≠lia, Crian√ßa, Portal,Pessoas, Como saber, Onde eu Acho, Site, Blog, Di√°rio,Protesto,Inaugura√ß√£o, Cassa√ß√£o, Cassado, Show, Apresenta√ß√£o, Espet√°culo, Fotos, V√≠deos, Imagens, Previs√£o, Caminh√£o, V√≠timas, Situa√ß√£o, Oposi√ß√£o, Elei√ß√Ķes, Enquete, Votos, Apura√ß√£o, Tr√Ęnsito, Opera√ß√£o, PF, Delegacia, Praia, Localidade, Animais, Ver Fotos.

Cuidados na hora de deixar o cabelo liso!!!!!

 
Risco de alisantes clandestinos √† sa√ļde
Aos desavisados freq√ľentadores de sal√Ķes de beleza, o que pode parecer uma solu√ß√£o milagrosa para p√īr fim aos cabelos crespos, para a sa√ļde √© uma grande amea√ßa. Em rela√ß√£o √†s den√ļncias envolvendo os riscos de alisantes clandestinos, produzidos a partir de concentra√ß√Ķes elevadas de formol, principalmente no Rio de Janeiro, a Anvisa alerta sobre a necessidade de o consumidor tomar alguns cuidados b√°sicos na escolha e uso desses produtos, considerados de risco potencial, por conter subst√Ęncias t√≥xicas que exigem controle rigoroso.
 

Telma Piacesi, t√©cnica da Vigil√Ęncia Sanit√°ria do Rio de Janeiro, a partir das amostras recolhidas e analisadas, atestou que os alisantes s√£o mesmo caseiros, n√£o sendo fabricados por nenhum laborat√≥rio. "Confirmamos que nos pr√≥prios sal√Ķes as pessoas estavam misturando formol, queratina e cremes e aplicando nas clientes", afirma.

Em primeiro lugar, o usu√°rio deve verificar se o produto √© registrado na Anvisa/Minist√©rio da Sa√ļde, como determina a¬†Lei 6.360/76. Para a obten√ß√£o do registro, o respons√°vel deve apresentar √† Anvisa uma s√©rie de documentos e comunica√ß√Ķes t√©cnicas referentes √† composi√ß√£o, para astranquilar a tranquilan√ßa e a efic√°cia, de acordo com a finalidade pretendida. As comunica√ß√Ķes s√£o ent√£o analisadas pela Ger√™ncia-Geral de Cosm√©ticos da Anvisa, com base em regulamenta√ß√£o espec√≠fica. Outro ponto relevante diz respeito √† formula√ß√£o do produto, que somente ser√° registrado caso atenda √†s exig√™ncias estabelecidas na legisla√ß√£o sanit√°ria, sendo que o seu uso correto, em geral, n√£o implica em danos para a sa√ļde.

A gerente-geral de Cosm√©ticos da Anvisa, Josineire Sallum, esclarece: "quando o produto n√£o est√° registrado, sua composi√ß√£o n√£o foi avaliada e o produto pode conter subst√Ęncias proibidas ou de uso restrito, em condi√ß√Ķes e concentra√ß√Ķes inadequadas ou n√£o permitidas acarretando riscos √† sa√ļde da popula√ß√£o. Nesse caso, o consumidor n√£o deve utilizar o produto e deve acionar o √≥rg√£o de Vigil√Ęncia Sanit√°ria de sua localidade".

Quanto √† incid√™ncia da subst√Ęncia formalde√≠do em cosm√©ticos, a legisla√ß√£o permite sua utiliza√ß√£o apenas como conservante ou endurecedor de unhas e prote√ß√£o de cut√≠culas, em condi√ß√Ķes espec√≠ficas a partir de concentra√ß√Ķes baix√≠ssimas e contendo as devidas advert√™ncias na rotulagem nos produtos.

A utiliza√ß√£o indevida do formol na composi√ß√£o de alisantes, conforme foi detectado pela Vigil√Ęncia Municipal do Rio de Janeiro nas f√≥rmulas apreendidas e de acordo com a literatura t√©cnico-cient√≠fica atual, representa s√©rios riscos. Os vapores dessa subst√Ęncia s√£o altamente agressivos √†s mucosas, olhos e aparelho respirat√≥rio, podendo provocar asma. Al√©m de irrita√ß√£o e dermatites, o uso t√≥pico - em solu√ß√Ķes concentradas - causa branqueamento e endurecimento da pele, originando rea√ß√Ķes de sensibiliza√ß√£o, aumento de rigidez e perda de sensibilidade no local exposto ao contato da f√≥rmula clandestina.

[3]


Nunca √© demais relembrar alguns conselhos √ļteis para n√£o se cair em golpes. A Pol√≠cia Militar de Minas catalogou alguns desses conselhos:

Golpes Diversos
  • N√£o compre tapetes havidos como de proced√™ncia estrangeira de "turistas" desconhecidos em aperturas financeiras... √Č o conto do Magliari; s√£o produtos nacionais de baixa qualidade, desprovidos de etiquetas, negociados como falso contrabando, por pre√ßos v√°rias vezes superiores ao real;
  • Cuidado com benzedeiras, rezas, e despachos. Denuncie os exploradores da credulidade p√ļblica e jamais permita que um deles entre em sua casa;
  • N√£o acredite em "honrosas ofertas" de compra de lotes de terreno por telefone. H√° malandros que vivem √† custa do chamado trabalho de macaco, ou seja, conversa fiada pelo telefone para impingir terrenos "frios" aqueles que cr√™em estar falando com pessoas de proje√ß√£o;
  • Reserve seus donativos para entidades id√īneas credenciadas pelo Servi√ßo Social do Estado e Servi√ßo de Fiscaliza√ß√£o das Associa√ß√Ķes de Caridade. N√£o confie na conversa de angariadores que n√£o exibam credenciais leg√≠timas;
  • N√£o acredite em "Revela√ß√Ķes" e Profecias feitas por ciganas que apare√ßam em sua casa. Elas s√≥ desejam se apropriar de seus valores. Chame a pol√≠cia;
  • U√≠sque falsificado √© antes de tudo um produto nocivo a sua sa√ļde. Acautele-se contra os espertalh√Ķes que vendem gato por lebre;
  • Quando estiver transportando valores n√£o se deixe distrair por qualquer motivo. Cuidado com os descuidistas que vigiam e que querem furt√°-lo;
  • N√£o d√™ esmolas pelo telefone ou pelo correio. No geral quem solicita dessa forma n√£o tem coragem de faz√™-lo pessoalmente. √Č vigarice.
  • Ao vender qualquer de seus bens, n√£o se impressione com o alto pre√ßo ofertado, investigue antes a idoneidade do comprador;
  • N√£o se deixe levar pelas promessas de curandeiros e charlat√Ķes que falam em curas milagrosas. Eles s√≥ querem apropriar-se de seu dinheiro em preju√≠zo de sua sa√ļde;
  • Desconfie sempre do fiscal rigoroso que rapidamente se prontifica a quebrar o galho mediante propina - √© um malandro. Chame o policial mais pr√≥ximo;
  • N√£o confie a guarda ou o transporte de valores a menores ou pessoas inexperientes. Se for obrigado a faz√™-lo, alerte-os contra a a√ß√£o dos vigaristas que agem nos centros banc√°rios;
  • Ao fazer neg√≥cios com desconhecidos n√£o se deixe embair por refer√™ncias favor√°veis colhidas em fontes igualmente desconhecidas. Procure confirmar as informa√ß√Ķes recebidas com pessoas de sua confian√ßa;
  • Ao investir suas economias em um cons√≥rcio, n√£o acredite em todas as promessas do vendedor e leia com aten√ß√£o o contrato que vai assinar para n√£o se arrepender mais tarde;
  • Pessoa simpl√≥ria que o aborda na rua com um bilhete premiado para receber √© um malandro que deseja les√°-lo. Chame o policial mais pr√≥ximo;
  • Se voc√™ for interpelado por algu√©m que se diz policial, exija a exibi√ß√£o de sua c√©dula de identidade funcional. √Č um direito seu e sua garantia;
  • Cheque visado dado em pagamento por desconhecidos, fora do expediente banc√°rio, deve ser confirmado pelo banco sacado antes de ser aceito como dinheiro em esp√©cie;
  • A Casa da Moeda n√£o tem filial. N√£o acredite em m√©todos especiais de reproduzir dinheiro verdadeiro. √Č o conto da guitarra, chame a pol√≠cia;
  • Ag√™ncias de emprego que cobram taxas antecipadas, a pretexto de conseguir coloca√ß√Ķes, n√£o passam de arapucas disfar√ßadas. Denunciem-nas.
  • Desconfie sempre do providencial mec√Ęnico que aparece quando seu carro engui√ßa na rua sem motivo aparente. √Č o conto do mergulho;
  • Seu carn√™ foi premiado? Parab√©ns! Todavia n√£o pague nada a ningu√©m at√© certificar-se sobre o resultado do sorteio;
  • A ambi√ß√£o desmedida do lucro f√°cil favorece o engodo preparado pelos vigaristas. N√£o se deixe levar por ofertas fabulosas e neg√≥cios da China;
  • Ao ser procurado por um desconhecido que lhe d√° uma not√≠cia tr√°gica, n√£o se precipite. Procure antes a confirma√ß√£o e n√£o lhe entregue dinheiro;
  • N√£o confie sua carga a carreteiros desconhecidos, portadores de documenta√ß√£o duvidosa. O frete poder√° custar mais caro do que voc√™ pensa;
  • Neg√≥cios muito vantajosos que surgem da noite para o dia geralmente dissimulam um bem engendrado conto do vig√°rio. Tenha cuidado!
[4]

Quem é de Minas tem de conhecer as belezas das Minas Gerais

Estar em Diamantina √© voltar no tempo. Declarada Patrim√īnio cultural da Humanidade pela Unesco, o Centro Hist√≥rico da cidade se desenvolveu por ser uma regi√£o muito rica em ouro e diamantes. Suas ruas e becos √≠ngremes d√£o um ar de romantismo a cidade, que ficou conhecida como a "cidade das serenatas".

Possui, entre os paralelep√≠pedos que decoram toda a cidade, um patrim√īnio arquitet√īnico bastante preservado. As festas religiosas - Festa do Divino e Nossa Senhora do Ros√°rio - tamb√©m s√£o atra√ß√Ķes bastante procuradas.

Atra√ß√Ķes, Artesanato, Gastronomia e Informa√ß√Ķes

Atra√ß√Ķes

Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos Igreja mais antiga de Diamantina, construída por escravos em 1731 para ser a sede da Irmandade dos Pretos. A fachada é em estilo rococó. Praça Dom Joaquim. Terça a sábado, 8h às 12h e 14h às 18h; domingo e feriados, 9h às 12h.

Igreja de São Francisco de Assis Em estilo rococó, com pinturas no forro e talhas adornadas a ouro, foi erguida entre 1766 e 1772. Rua São Francisco de Assis. (interior em reforma, sem previsão de abertura à visitação).

Passadi√ßo Casa da Gl√≥ria O passadi√ßo suspenso que liga os dois casar√Ķes, um de cada lado da rua, √© um dos cart√Ķes-postais da cidade. A passarela foi constru√≠da por volta de 1890 para que freiras e internas do col√©gio vicentino pudessem atravessar a rua protegidas dos olhares alheios. Hoje funciona no local o Instituto de Geologia Eschwege. Rua da Gl√≥ria, 298. Segunda a sexta, 9h √†s 12h e 13h √†s 18h.

Casa de Chica da Silva A imponência da casa mostra o poder alcançado pela ex-escrava que seduziu o homem mais rico da Diamantina colonial, o contratador de diamantes João Fernandes de Oliveira. As janelas têm treliças de madeira que, segundo a lenda, permitiam que Chica da Silva enxergasse a rua sem ser percebida. Praça Lobo de Mesquita, 266. Horário de Funcionamento: Terça a Sábado, das 12h às 17h30; Domingo, das 9h às 12h.

Museu da Mem√≥ria do P√£o de Santo Ant√īnio Instalado dentro do Asilo do P√£o de Santo Ant√īnio, √© um museu da imprensa, onde est√£o expostos antigos equipamentos gr√°ficos utilizados para a impress√£o do jornal da cidade, entre outros objetos.

Igreja Nossa Senhora do Carmo Conclu√≠da em 1765, √© a igreja mais rica da cidade, com talha ornada a ouro, pinturas no forro e um √≥rg√£o antigo. Teve sua constru√ß√£o financiada por Jo√£o Fernandes de Oliveira, o homem que vivia com a ex-escrava Chica da Silva. A torre fica nos fundos, n√£o na frente do templo, como era usual (diz o folclore local que tal mudan√ßa foi motivada por uma exig√™ncia de Chica da Silva, que n√£o queria ter seu sono perturbado pelo badalar dos sinos). Rua do Carmo, s/ n¬į. Ter√ßa a s√°bado, 8h √†s 12h e 14h √†s 18h; domingo, 8h √†s 12h.

Artesanato

Um dos produtos mais difundidos do artesanato de Diamantina s√£o os tapetes arraiolos, vendidos na Cooperativa Artesanal da cidade. J√≥ias e bonecos de palha tamb√©m se destacam. Na cidade podem ser encontradas, ainda, as famosas cer√Ęmicas do Vale do Jequitinhonha.  

Gastronomia

A gastronomia de Diamantina √© tipicamente mineira, com direito a forno √† lenha em alguns restaurantes da cidade. O destaque vai para o tutu de feij√£o, o frango com quiabo, o angu, o arroz e a couve mineira, e o feij√£o tropeiro. Como n√£o poderia deixar de faltar, cacha√ßa mineira tamb√©m entra no card√°pio, para os que apreciam degustar aguardente para abrir o apetite.  

Informa√ß√Ķes

Secretaria de Turismo
(38) 3531-9527
www.diamantina.mg.gov.br
Central de Turismo
(38) 3531-8060
(38) 3531-9532
Clima:
A cidade est√° situada a uma altitude de 1.280 m, na regi√£o do Alto Rio Jequitinhonha. Possui um clima ameno e esta√ß√Ķes bastante definidas.
Acessos:
Por via rodovi√°ria:
De Belo Horizonte: BRs 040, 135 e 259.
De S√£o Paulo: BRs 381, 040, 135 e 259.
Por via aérea:
A cidade tem um aeroporto regional, que recebe v√īos regulares a partir de Belo Horizonte √†s sextas- feiras e aos domingos.
Dist√Ęncias de Diamantina:
Belo Horizonte: 285 km
S√£o Paulo: 868 km
Melhores √Čpocas
As esta√ß√Ķes n√£o s√£o muito regulares no Vale dos Jequitinhonha, onde est√° localizada Diamantina. Os ver√Ķes s√£o mais chuvosos, notadamente Janeiro, portanto √© preciso verificar a previs√£o antes de acessar as estradas de terra. Por causa das chuvas freq√ľentes, as vesperatas n√£o acontecem entre Novembro e Fevereiro. O calor √© intenso nesta √©poca do ano. No inverno n√£o chega a fazer muito frio. O c√©u fica mais limpo e bonito, √≥timo para belas fotografias. Geralmente as noites s√£o bem agrad√°veis.
[15]

 Os programas sociais pintando a cidadania e a liberdade.

Pintando a Liberdade - O programa promove a ressocialização de internos do Sistema Penitenciário por meio da fabricação de materiais esportivos. Além da profissionalização, os detentos reduzem um dia da pena para cada três dias trabalhados e recebem salário de acordo com a produção.

Pintando a Cidadania -¬†A a√ß√£o envolve pessoas em situa√ß√£o de risco social em f√°bricas de material esportivo. O programa objetiva a inclus√£o social de pessoas residentes emcomunidades carentes e o ingresso dos mesmos no mercado de trabalho. Os rendimentos s√£o divididos conforme a produ√ß√£o. O material feito nas f√°bricas dos dois programas (bolas, bolsas, redes, camisetas, bon√©s e bandeiras) √© utilizado pelo Minist√©rio do Esporte para a distribui√ß√£o em n√ļcleos dos programas Segundo Tempo e Esporte e Lazer na Cidade e em escolas e entidades sociais de todo o pa√≠s e do exterior.

No pres√≠dio Odenir Guimar√£es, em Aparecida de Goi√Ęnia (GO), o clima √© de muito trabalho. Foram retomadas as atividades desenvolvidas por cerca de 300 detentos do Pintando a Liberdade, programa de ressocializa√ß√£o de presos por meio da produ√ß√£o de mate...¬†Leia mais
[11]

COROACI MG tspan:3m COROACI MG

E o cadastramento escolar deste ano?

O cadastro escolar é realizado anualmente pela Secretaria de Estado de Educação (SEE), em conjunto com as prefeituras municipais. Devem se inscrever crianças com seis anos completos ou a completar até 30 de junho do ano em que vão começar a estudar, candidatos às vagas nos demais anos do ensino fundamental que estão se transferindo de outros Estados, municípios ou escolas particulares e, ainda, alunos que vão retomar seus estudos.

Em 2014, a inscrição para o Cadastro Escolar será realizada no período de 21/07/2014 a 25/07/2014, nas agências dos Correios em Belo Horizonte e nos Postos de Inscrição definidos pela Comissão Municipal de Cadastramento, nas cidades do interior. Os documentos necessários ao cadastramento estão listados abaixo. Os alunos já matriculados no ensino fundamental de escolas públicas não precisam se cadastrar.

Documentos necessários: Certidão de nascimento (original e cópia); Conta de luz recente (original e cópia); Comprovante de escolaridade, em caso de transferência para a rede pública ou retorno aos estudos. Valor: Gratuito


Já pensou em fazer carreira militar?

As Forças Armadas Brasileiras não são compostas apenas por militares originários do serviço militar obrigatório. É possível ingressar no Exército, Marinha ou Aeronáutica e seguir carreira nos níveis escolares fundamental, médio ou superior e em diversas áreas de atuação, como medicina, comunicação e engenharia, entre outras.

Cada uma das Forças Armadas possui peculiaridades no processo de seleção, porém, homens e mulheres têm a possibilidade de ingressar no serviço militar a partir da adolescência, mediante aprovação em concurso público, de âmbito nacional, em alguma das Escolas de Formação específicas de cada Força.

A situação do jovem que presta o serviço militar obrigatório, cumprindo o que determina a Lei do Serviço Militar, é diferente da situação do jovem que se inscreve para prestar concurso para uma das Escolas da Força. O primeiro, por força da lei, permanece em alguma das Forças Armadas por um período temporário de no máximo oito anos, diferentemente do jovem aprovado em concurso, que poderá seguir a carreira das Armas e permanecerá na Força até passar para a Reserva Remunerada (uma espécie de aposentadoria militar).



*noticiasdeminas.net - todos os direitos reservados.